Outras Notícias

O Núcleo do Algarve do Conselho Português para a Paz e Cooperação reuniu no dia 05 de Março de 2017, na Biblioteca Municipal de Loulé para analisar a actividade desenvolvida no ano de 2016 e discutir a programação das iniciativas a levar a cabo no presente ano.

A reunião contou com a presença de João Martins, membro da Presidência e da Direcção Nacional, e Sofia Costa, membro do Núcleo do Algarve.

Os presentes valorizaram as inúmeras iniciativas realizadas, destacando: os 6 debates para a educação para a Paz, em parceria com o Sindicato dos Professores da Zona Sul nas Escolas Secundárias Pinheiro e Rosa em Faro, Tavira, Silves, Gil Eanes em Lagos, Loulé e Olhão, com a participação de Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção do CPPC; a iniciativa cultural “Sons, cores e palavras pela Paz”, realizada no Clube Farense, com a participação de Ilda Figueiredo, João Martins, Augusto Miranda, dirigente do Club Farense, Paulo Moreira, actor da ACTA-Companhia de Teatro do Algarve, José Luís Argain, professor universitário e músico, e Catarina Inês, artista plástica; as reuniões com várias entidades da região, nomeadamente com o Sindicato dos Professores da Zona Sul, o Clube Farense e os Municípios de Loulé, Silves e Lagoa; a assinatura de protocolos de cooperação com os Municípios de Loulé e Silves; as 3 exposições “Construir a Paz com os Valores de Abril”, “100 anos da Grande Guerra” e “Celebrar a Vitória, defender a Paz” patentes em vários espaços da região; a dinamização da campanha “Sim à Paz, Não à NATO!”; o Encontro de Lançamento dos Municípios pela Paz, onde foram celebrados compromissos com os Municípios de Loulé, Silves e Lagoa e Vila Real de Santo António que manifestou posteriormente a vontade de aderir ao Movimento; a divulgação e distribuição do Notícias da Paz, o jornal do CPPC.

Além das iniciativas próprias foram ainda destacadas outras iniciativas realizadas em parceria com outras organizações, como o Acampamento pela Paz, realizado pela Plataforma 40X25 em Silves, que contou com a participação de mais de 300 jovens e o debate “Pela Liberdade e Independência do Povo Saarauí”, que contou a presença de Ahmed Fal, representante da Frente Polisário em Portugal e Mário Nogueira, Secretário-Geral da FENPROF.

Para este ano, para além das iniciativas decididas pela Direcção Nacional do CPPC, o Núcleo do Algarve pretende continuar: a levar às escolas da região os debates para a educação para a Paz; a realizar debates e iniciativas culturais em parceria com associações locais; promover o Ciclo de Cinema pela Paz; reactivar o Festival pela Paz; assinalar com os Municípios pela Paz o “Dia pelo Fim das Armas Nucleares”, o “Dia Internacional da Paz”, o “Dia do Desporto pela Paz”, entre outros; realizar um Concerto pela Paz; e um Jantar pela Paz.

O Núcleo do Algarve do CPPC reafirma que todos não somos demais na luta pela Paz e, por isso, apela a todos os que se preocupam com o perigoso rumo dos acontecimentos na Europa e no Mundo para aderirem ao Conselho Português para a Paz e Cooperação.