Outras Notícias

debate

  • Cinema e Paz "Soy Cuba"

    CINEMA E PAZ
    Ciclo de Cinema e Debates sobre a Paz na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

    27 Março | 18h | Sala 2.13

    No próximo dia 27 de Março será realizada a 2ª sessão do Ciclo "Cinema e Paz", nesta sessão poder-se-á ver e debater o documentário "Soy Cuba" de Mikhail Kalatozov, tendo como convidado para o debate a Associação de Amizade Portugal Cuba.

    Este documentário relata momentos da história revolucionária cubana, mostrando diversas situações da vida em Cuba pouco antes da queda do regime de Fulgêncio Batista.

    PARTICIPA!

  • Cinema e Paz: "Grave of the fireflies"

    CINEMA E PAZ
    Ciclo de Cinema e Debates sobre a Paz na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

    22 Maio | 18h | Sala 5.2

    No próximo dia 22 de Maio, quinta-feira pelas 18h, terá lugar mais uma sessão do Ciclo "Cinema e Paz", teremos a oportunidade de ver e debater o filme "Grave of the Fireflies", com Gustavo Carneiro, membro da Direcção Nacional do CPPC.

     



    PARTICIPA!

  • CNP 19º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes: Acampamento pela Paz // 2017

    Nos dias 28, 29 e 30 de Julho realizou-se o Acampamento pela Paz, organizado pelo Comité Nacional Preparatório de Portugal (CNP), para o 19.º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes (FMJE), que realizar-se-á em Soshi (Rússia), de 14 a 22 de Outubro de 2017. O CPPC é uma das organizações membro do CNP.

    Este ano, de regresso à cidade de Évora, o Acampamento pela Paz recebeu cerca de três centenas de jovens que se uniram em torno dos valores da Paz e da luta pelos direitos da juventude, num espaço de alegria e fraternidade, onde tiveram a oportunidade de participar em diversas actividades, desde oficinas relacionadas com sustentabilidade, energia, produção alimentar e desigualdades a nível mundial, uma visita à cidade, várias actividades desportivas, concertos, pintura de mural, culminando com um desfile pela Paz.

  • Colóquio no Seixal "Da Ucrânia ao Médio Oriente, a Luta pela Paz"

  • Com a paz no horizonte - PIAS

    Nas instalações da Junta de Freguesia de Pias realizou-se um importante debate do Conselho Português para a Paz e Cooperação com a presença da Presidente da direcção nacional do CPPC, Ilda Figueiredo, do Presidente da Junta de Freguesia, José Augusto, e dos membros do CPPC, Maria José Afonso e José Baguinho. Com a paz no horizonte, foi uma iniciativa muito participada, com uma audiência muito consciente dos problemas que ameaçam a paz no mundo, que deram opinião e colocaram preocupações com a evolução da situação internacional, designadamente no Médio Oriente, na Ucrânia e na Europa em geral.

    Foram igualmente abordadas as campanhas do CPPC de solidariedade com a revolução Bolivariana da Venezuela o com o povo saraui e o povo palestino, a actualidade do Apelo de Estocolmo , a exigência da dissolução da NATO e do desarmamento geral e controlado, nos termos do artigo 7º da Constituição da República Portuguesa. No final, vários participantes foram sensíveis ao apelo "pela Paz todos não somos demais!" e inscreveram-se no CPPC.

     

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - AMARELEJA

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - ÉVORA

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - ÉVORA

    Dia 10 de abril foi inaugurada a Exposição "Construir a Paz com os Valores de Abril", nas instalações da União das Freguesias da Malagueira e Horta das Figueiras, em Évora.

    Seguiu-se um debate sobre a paz no mundo. Várias pessoas usaram da palavra tal como o Presidente da Junta José Russo, o Vereador da Cultura, da Câmara Municipal de Évora, Eduardo Luciano e várias pessoas que estavam na assistência. Ilda Figueiredo, Presidente da DN do Conselho Português para a Paz e Cooperação deu explicações sobre a exposição, referiu-se ao artigo 7º da Constituição da República Portuguesa e a algumas campanhas do CPPC seja na solidariedade com a revolução Bolivariana, seja relativamente ao Apelo de Estocolmo contras armas nucleares, seja a exigência de dissolução da NATO.

     

     

  • Construir a Paz com os valores de Abril - Freguesia do Sado

     
    O repúdio de todos os amantes da paz no Mundo pela presença de organizações ultra-nacionalistas de inspiração fascista e nazi no governo de Kiev, foi pedra de toque na sessão que no passado domingo, 11 de Maio, no Moinho de Maré da Mourisca, no Faralhão, o CPPC e a Junta de Freguesia do Sado realizaram conjuntamente, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal. Ele é parte integrante da mensagem de Socorro Gomes, Presidente do Conselho Mundial da Paz, emitida logo após os massacres na Casa dos Sindicatos de Odessa, a 2 de Maio, inseridos no plano de desestabilizar a Ucrânia e nele instalar um regime fantoche que aceite alargar a NATO até às fronteiras da Rússia.
  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - MOURA

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - MOURA

    No debate na Escola Profissional de Moura sobre "Construir a Paz com os valores de Abril" intervieram a directora da instituição, o vice-presidente da Câmara Municipal de Moura e membros do CPPC presentes. Foi um dedate muito interessante, com professores e alunos, com boa participação de jovens, designadamente de alunos africanos que ali estudam. Foram também distribuídos boletins " Notícias da Paz" a todos os presentes. Terminou num agradável convívio com um lanche preparado pelos alunos da Escola Profissional.

     

     

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - PALMELA

  • CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL - PIAS

  • Contra as Guerras de Rapina


  • Convite: lançamento do livro "Décadas de Luta pela Paz"

  • CPPC debate armas nucleares na Escola Secundária Camões, em Lisboa

    O CPPC participou, no dia 19, num debate na Escola Secundária Camões, em Lisboa, inserido na campanha pela adesão de Portugal ao Tratado de Proibição de Armas Nucleares. A iniciativa nasceu dos próprios estudantes, que, em Reunião Geral de Alunos, mandataram a direcção da Associação de Estudantes para que promovesse acções pela Paz. Daí partiu o convite ao CPPC.

  • CPPC NO ALGARVE

    Nos dias 27 de Fevereiro e 14 de Março, o CPPC - Conselho Português para a Paz e Cooperação, em parceria com a Universidade do Algarve, Associação Académica da UALg, o SPZS - Sindicato dos Professores da Zona Sul e o Cineclube de Faro levaram a cabo duas iniciativas inseridas na campanha, que está a decorrer por todo o país, Pelo Fim das Armas Nucleares, pela ratificação do acordo por parte do governo português.

    No dia 27 de Fevereiro no Campus das Gambelas procedeu-se a uma sessão de esclarecimento seguida de debate que contou com a presença de Frederico Carvalho, físico e presidente da Associação dos Trabalhadores Científicos, Saúl de Jesus, professor doutor e Vice-reitor da UALg, Isa Martins do SPZS e Sofia Magalhães Costa membro do CPPC.

  • CPPC promove debate em Aveiro

    cppc promove debate em aveiro 1 20180516 2063513498

    Na passada segunda-feira, dia 14 de Maio, o Núcleo de Aveiro do Conselho Português para a Paz e Cooperação(CPPC) em parceria com o Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território(DCSPT) da Universidade de Aveiro(UA) realizou um debate sobre "A Paz, a agressão à Síria e a luta pelo Fim das Armas Nucleares".

    O debate, moderado por Teresa Forte, investigadora na Universidade de Aveiro(UA), contou com a intervenção de Carlos Jalali(Professor da UA) bem como de Ilda Figueiredo(Presidente da direcção nacional do CPPC).

  • Debate "A crise dos Refugiados - causas e consequências"

    «A Crise dos Refugiados - causas e consequências» deu o mote a um muito participado debate que se realizou, no dia 11, no auditório dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal. Durante quase três horas, as dezenas de pessoas presentes escutaram as intervenções do presidente do município, Joaquim Santos, e dos dois membros dos órgãos sociais do CPPC José Goulão e Gustavo Carneiro, e tiveram oportunidade de colocar questões e partilhar reflexões.

    Joaquim Santos colocou a tónica da sua intervenção no rico património do município do Seixal no que diz respeito ao acolhimento de imigrantes e denunciou a ausência de uma política concertada e coerente do poder central. Gustavo Carneiro e José Goulão, por seu lado, abordaram as causas da imensa vaga de refugiados que chega agora à Europa: as guerras promovidas pelos EUA e seus aliados da NATO em diversos países do Médio Oriente, Ásia Central e Norte de África.

  • Debate "Artistas pela Paz" fez pensar no papel da arte na procura de um mundo melhor

    A 2.ª Bienal Internacional de Arte Gaia 2017, recebeu o primeiro debate ligado às causas da Bienal e o tema não podia ser mais sugestivo: os "Artistas Pela Paz", que também dá nome a uma das exposições da iniciativa cultural.
    Moderado por Ilda Figueiredo, presidente da Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e uma das curadoras da exposição (juntamente com a artista plástica Mirene), o debate procurou responder à questão do papel da arte na procura da paz.

    Na mesa do debate estiveram, além de Ilda Figueiredo, os artistas Evelina Oliveira e Rui Ferro e os jornalistas Alfredo Maia e Vítor Pinto Basto e na intervenção de todos eles partiu-se do tema da guerra para clamar a paz, na procura de um mundo melhor.