Outras Notícias

Paz

  • apresentacao do livro do encontro pela paz 1 20191230 1587155458

    No passado dia 11 de Dezembro, na Casa da Paz, em Lisboa, organizações e instituições que prepararam o Encontro pela Paz, realizado em 20 de Outubro de 2018, em Loures, apresentaram o livro que reúne materiais e intervenções dessa importante iniciativa que envolveu mais de 700 pessoas e de 50 organizações,de todo o país, o que foi uma muito importante afirmação dos valores da paz, da amizade, da solidariedade e da cooperação.

    Na apresentação, diversos representantes das organizações presentes salientaram a importância da convergência de organizações e entidades que estiveram na base do Encontro pela Paz com o objectivo geral de contribuir para a promoção da mobilização e intervenção em defesa da paz e pela rejeição do militarismo, da corrida aos armamentos e da guerra, tendo presentes os princípios da Carta da ONU e da Constituição da República Portuguesa

    No momento muito complexo, de grandes perigos para a paz mas também de crescentes mobilizações na sua defesa, incluindo o Papa Francisco no apelo recente que fez ao desarmamento nuclear, foi manifestada a vontade de continuar a procurar pontos de convergência na defesa da paz visando também o novo Encontro pela Paz, a realizar em 30 de Maio de 2020, em Setúbal.

    Pela Paz, todos não somos demais.

  • artistas pela paz 1 20180924 1516788780

    artistas pela paz 2 20180924 1217712489

  • Inaugurou-se a 8 de Julho, em Vila Nova de Gaia, a exposição Artistas pela Paz, que integra a II Bienal Internacional de Arte Gaia 2017. Até 30 de Setembro, podem apreciar-se 31 obras de Artistas pela Paz, incluindo pintura, escultura e fotografia. Esta exposição, de que são curadoras Ilda Figueiredo e Mirene, surgiu no âmbito da promoção da Cultura pela Paz, e resultou de uma parceria que o CPPC desenvolveu com Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural.

    Os artistas participantes são: Agostinho Santos, Ana Maria, António Fernando, Celeste Ferreira, Céu Costa, Cipriano Oquiniame, Do Carmo Vieira, Egídio Santos, Evelina Oliveira, Fernanda Boas, Filipe Rodrigues, Gérard Morla, Helena Fortunato, Henrique do Vale, Humberto Nelson, Isabel Lhano, João Carqueijeiro, José Rosinhas, Júlia Pintão, Liseta Amaral, Mami Higuchi, Maria Rosas, Mirene, Otília Santos, Paulo Neves, Ricardo de Campos, Rosa Amaral, Rosa Bela Cruz, Rui da Graça, Rui Ferro e Susana Bravo.
    Entretanto, está previsto realizar no local da exposição um debate sobre a Paz no final da tarde de 7 de Setembro.

  • artistas pela paz olhao 1 20181125 1143077329

    A exposição "Artistas pela Paz", que será inaugurada em Olhão, na Associação Cultural, Re-Criativa Republica 14, no próximo sábado pelas 18 horas.
    Esta exposição itinerante teve o seu inicio em Silves no dia 21 de Setembro, dia Internacional pela Paz (ONU), e terminará no dia 21 de Setembro de 2019 em Faro.
    A exposição é uma parceria do Conselho Português para a Paz e Cooperação e a PAS - Peace and Art Society, uma associação internacional de artistas plásticos e os municípios e associações que a acolhem, neste caso a Associação Re-Criativa Republica 14. Em Olhão temos também parceria com a ACASO - Associação Cultural e de Apoio Social de Olhão.

  • artistas pela paz quarteira 1 20191001 1875698389

    No dia 21 de Setembro, Dia Internacional da Paz, inaugurou-se em Quarteira, Loulé, a última mostra da exposição "Artistas pela Paz".

    Esta exposição itinerante, teve o seu início no dia 21 de Setembro de 2018, em Silves, nos Paços do Concelho, percorreu vários locais no Algarve - Olhão, Vila Real de Santo António, Lagoa, Faro e Universidade do Algarve. Termina agora a sua mostra no dia 19 de Outubro, na Galeria da Praça do Mar, em Quarteira.

    A exposição "Artistas pela Paz", foi uma proposta do CPPC em parceria com a PAS - Peace and Art Society, envolveu mais de 20 artistas desta associação e integrou artistas convidados dos vários concelhos por onde foi passando.

    Foram várias centenas de visitantes que puderam apreciar os diferentes olhares para a Paz.

  • artistas pela paz vila real de santo antonio 1 20190129 1783773841

    Dando seguimento à sua itinerância a Exposição "Artistas pela Paz", organizada pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), em parceria com a Peace and Art Society (PAS), inaugurou na Biblioteca Municipal de Vila Real de Santo António, no passado dia 4, pelas 18 horas.

    Esta exposição, que já esteve patente ao público nos concelhos de Silves e Olhão, estará durante o mês de Janeiro em VRSA, após o que seguirá para Loulé e Aljezur e finalmente Faro.

    A exposição que tem como objectivo apelar à paz e ao desarmamento, envolve artistas e instituições do Algarve.

    Em VRSA a exposição tem como convidado o artista plástico António Vicente Cardoso, e obras de alunos de artes da Escola Secundária de VRSA.

  • assembleia da paz 16 marco lisboa 1 20190304 2023273414

  • "Conselho Mundial da Paz realizará Assembleia no Brasil e Cebrapaz será anfitrião

    São Luís (MA) será a capital da luta pela paz em novembro. O Conselho Mundial da Paz (CMP) realiza pela primeira vez no Brasil a sua Assembleia e escolheu o Maranhão, que ofereceu a sua combativa hospitalidade, como o ponto de encontro dos movimentos engajados na luta contra a guerra e a opressão. O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) será o anfitrião.

  • assinalar a vitoria sobre o nazi fascismo defender a paz 1 20190510 1277994828

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) assinala o 74º aniversário da vitória sobre o nazi-fascismo na Segunda Guerra Mundial reafirmando a sua determinação em prosseguir e intensificar a acção de esclarecimento e mobilização da opinião pública para a defesa da Paz, para a amizade e cooperação entre os povos do mundo, continuando a dar o seu contributo para que nunca se venha a repetir barbárie semelhante que causou cerca de 50 milhões de mortos.

    Neste 9 de Maio de 2019, em que se assinala o Dia da Vitória, o CPPC alerta para as ameaças e os perigos que a actual situação internacional comporta, em que se multiplicam focos de ingerência e conflito – do Médio Oriente à Ásia Central, da Europa de Leste ao Pacífico, de África à América Latina – e com a crescente tensão das potências ocidentais, designadamente, dos EUA, da União Europeia e da NATO, face à Federação Russa e à China, de consequências imprevisíveis.

  • Com a presença de duas dezenas de ativistas da paz do núcleo de Beja do CPPC, teve lugar nesta cidade no passado sábado dia 2 de março um jantar debate sobre a luta pelo desarmamento nuclear, e a divulgação da petição “Pela assinatura por parte de Portugal do tratado de proibição de armas nucleares.

    Na sua intervenção, Armando Farias, membro da Direcção Nacional do CPPC, sublinhou quanto é importante o envolvimento de todos nesta importante batalha de luta pela paz, falou dos perigos que atual situação mundial comporta, mas que com mobilização e determinação conseguiremos os objetivos porque lutamos.

    Durante a sessão foram também divulgados o último boletim noticias da paz e o livro recentemente editado pelo CPPC “Décadas de lutas pela Paz”.

  • A Paz é possível! Todos pela Paz!

    A Direcção do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda, neste final de ano, todos aqueles e aquelas que, ao longo de 2015, colaboraram na defesa e promoção da paz, na denúncia do militarismo e da guerra, na solidariedade com os povos de todo o mundo, particularmente com os povos vítimas de agressão.

    Foi um ano de muitas actividades que só foram possíveis com a participação generosa dos aderentes e amigos do CPPC, de que destacamos: a campanha “Pela Paz! Contra os exercícios militares da Nato!”, que exigiu a dissolução deste bloco político militar, a inauguração de uma terceira exposição assinalando o fim da Segunda Guerra Mundial intitulada “Celebrar a vitória, defender a Paz” que se juntou às duas anteriores com os lemas “Construir a Paz com os valores de Abril”, assinalando o 40º aniversário da Revolução de Abril, e “100 da Grande Guerra e a luta pela Paz”, as acções em torno do Apelo de Estocolmo e do 65º aniversário da criação do Conselho Mundial da Paz, diversas acções de solidariedade, sobretudo com os povos da Palestina, da Síria, e os refugiados, com a Frente Polisário e o povo saraui, com a República Bolivariana da Venezuela e com Cuba, entre muitas outras.

  • celebrar o 25 de abril porto 3 20190430 2096412775

    No Porto, no Museu Militar, decorreu, no passado dia 29 de Abril, uma iniciativa do CPPC que celebrou a revolução de Abril e a paz e prestou homenagem aos combatentes anti-fascistas. Através da música do grupo "Uma vontade de música" dirigido por Guilhermino Monteiro, e da apresentação do livro de Vitor Pinto Basto por João Freitas e Ilda Figueiredo, foi possível evocar a importância dos valores de Abril como contraponto ao fascismo e à guerra colonial.

  • 21 de Setembro Dia Internacional da Paz

    Biblioteca Ary dos Santos 15h30

    No dia 21 Gustavo Carneiro, da Direcção Nacional do CPPC, promoverá uma reflexão sobre a Paz, inserida no ciclo "Reflexões", uma iniciativa da Câmara Municipal de Loures que pretende levar os jovens, das escolas secundárias, a refletir e a debater assuntos prementes da sociedade, fortalecendo a sua consciência cultural e pensamento crítico.

  • ciclo cinema pela paz 2 20180801 1005252536

  • ciclo cinema pela paz o pianista 1 20180828 1046998136

  • ciclo cinema pela paz 1 20180801 1521265430

  • cinema debate paz porto 1 20190329 1875626006

  • cinema debate paz a oeste nada de novo porto 1 20190921 1242098354

  • reuniao das organizacoes membro do conselho mundial da paz cmp da regiao europa 1 20180704 1296257555

    Divulgamos texto aprovado pela reunião de organizações membro do Conselho Mundial da Paz realizada, em Londres, no passado dia 26 de Maio.

    Apelo
    Sim à Paz! Não à NATO!
    Não à Cimeira 2018 da NATO em Bruxelas

    Apelamos a todas as organizações e activistas na Europa que defendem a causa da Paz, que promovam acções contra a NATO e a sua cimeira em Bruxelas, pela dissolução deste bloco político-militar e pela luta de cada povo dentro de cada estado membro da NATO para a retirada desta organização militar.
    Sabemos que a NATO já existe há quase 70 anos, e que durante todo este período a NATO continuou a aumentar os seus membros, alargando a sua esfera de influência, a sua agressão e imposições aos povos.

  • cmp 70 anos diante das ameacas a luta pela paz se fortalece na unidade 1 20190430 1394778533

    Divulgamos artigo de Socorro Gomes, presidente do Conselho Mundial da Paz (CMP) a propósito dos 70 anos do CMP.

    CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade

    Em 21 de abril, o Conselho Mundial da Paz celebra seus 70 anos de existência. Sempre lutou contra a guerra, denunciou o sistema imperialista e cultivou a solidariedade entre os povos e a unidade com as forças democráticas e amantes da paz. O CMP, as organizações que dele fazem parte e entidades amigas priorizam o fortalecimento da unidade e a amplitude de sua ação para enfrentar as crescentes ameaças, na luta pela paz.