Outras Notícias

Porto

  • Participa com o CPPC nos desfiles de comemoração do 1º de Maio convocados pela CGTP-IN.

    Coimbra
    Praça da República, 28 (junto à Delegação do Sindicato dos Professores da Região Centro), pelas 14h00

    Lisboa
    Martim Moniz junto ao Centro Comercial Mouraria, pelas 14h30.

    Porto
    Avenida dos Aliados (junto à Agência Abreu), pelas 15h00

  •  
    Decorreu ontem no Clube dos Fenianos Portuenses, no Porto, uma sessão comemorativa da aprovação da Constituição da República Portuguesa. Esta iniciativa contou com a participação de Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, Avelino Gonçalves, deputado constituinte pelo PCP, Adelino Teixeira de Carvalho, deputado constituinte pelo PS, Coronel David Martelo, militar de Abril, César Príncipe, jornalista e escritor e Joaquim Mesquita, membro da DN do CPPC e dirigente da CGTP e da LOC.

    No dia em que se celebrou o 38º aniversário da Constituição da República Portuguesa e a poucos dias de comemorar os 40 anos do 25 de Abril, cerca de cinquenta pessoas estiveram presentes nesta sessão, integrada na campanha “Construir a Paz com os Valores de Abril”, que o CPPC está a desenvolver como forma de celebrar o 40º aniversário do 25 de Abril. Os convidados e participantes no debate alertaram para os ataques que têm sido feitos à Constituição e aos direitos que o povo português conquistou no 25 de Abril, convergindo no objectivo de unir forças para continuar a valorizar e a defender a Constituição e as demais conquistas de Abril.
    — em Porto
  • sessao de solidariedade com cuba porto 1 20190129 1557720843

  • Lê o folheto: http://issuu.com/sim_a_paz/docs/folheto_fv

     

  • Esta segunda-feira, no Porto, largas dezenas de activistas da Paz, participaram numa iniciativa pública que denunciou os exercícios militares da NATO que estão a decorrer em Portugal, Espanha e Itália até ao próximo dia 6 de Novembro.

    As intervenções de Tiago Oliveira (USP/CGTP), de Olga Dias( MDM) e Ilda Figueiredo (CPPC) repudiaram a realização dos exercícios militares da NATO, a participação das forças portuguesas em agressões militares da NATO a outros povos, afirmando ser urgente a dissolução da NATO, o fim das armas nucleares e de extermínio em massa, o fim das bases militares estrangeiras, defendendo o desarmamento geral e controlado e exigindo o respeito pela Constituição da República e da Carta das Nações Unidas. Distribuiram-se cerca de mil documentos "Sim à Paz, Não aos exercícios militares da NATO"

     

  • A presidente da Direcção Nacional do CPPC, Ilda Figueiredo, participou numa palestra com dirigentes e delegados sindicais, realizada na Casa Sindical no Porto.

    A palestra foi promovida pelo SITE NORTE em colaboração com o Conselho Português para a Paz e Cooperação, no âmbito da campanha "Sim à Paz! Não à Nato!", contra a Cimeira da NATO, em Varsóvia, nos próximos dias 8 e 9 de Julho.

    Na palestra foi também anunciada a realização de uma iniciativa pública no Porto, integrada na campanha "Sim à Paz! Não à Nato!", no próximo dia 9 de Julho - 11 horas na rua Santa Catarina, junto ao via Catarina, por ocasião da Cimeira da Nato, em Varsóvia.

  • Em defesa da paz e da segurança no mundo! Não aos objectivos belicistas da Cimeira da NATO de Bruxelas!

     

  •  

  • solidariedade com a palestina - porto - agosto de 2014 1 20140828 1540972229

    No acto público de solidariedade com a Palestina, realizado na manhã do dia 9 de Agosto, no Porto, participaram cerca de 200 pessoas e intervieram representantes de várias organizações que apoiaram a iniciativa do Conselho Português para a Paz e Cooperação.

  • Realizou no final da tarde de 15 de Maio uma iniciativa na Praça da Palestina, no Porto, de solidariedade com a Palestina e de denúncia dos massacres que causaram mais de 60 mortos e feriram mais de 2700 pessoas no mesmo dia em que os EUA abriram a sua embaixada em Jerusalém contra as resoluções da ONU e o direito internacional e quando se assinalam os 70 anos da Nakba, a grande tragédia.

    Ali se gritou Palestina Vencerá!Não à provocação, fim à ocupação! Ali estavam presentes cerca de duas centenas de pessoas a apoiar os protestos legítimos e vigorosos do povo palestino, a denunciar a violenta e criminosa repressão contra os que na Palestina estão neste momento também nas ruas a lutar pelos seus direitos e pela paz.

  • solidariedade com a revolucao bolivariana porto 1 20190129 1612806895

  • solidariedade com cuba 1 20190212 1417605847

    Foi muito participada a sessão de Solidariedade com Cuba, com a presença da Embaixadora da República de Cuba em Portugal, Mercedes Martínez Valdés, ontem realizada no Palacete Viscondes de Balsemão, no Porto.

    Na mesa, acompanharam a Embaixadora de Cuba, Ilda Figueiredo em representação do CPPC, Henrique Borges em representação da FENPROF, Sérgio Vinagre, em representação da Associação Porto com Cuba, e Augusto Fidalgo, em representação da Associação de Amizade Portugal- Cuba.

    O 60º aniversário da revolução cubana, a luta corajosa e heróica do povo cubano que transformaram Cuba num exemplo para a América Latina e para o mundo, a sua solidariedade com os povos, de que foram dados exemplos, designadamente dos médicos cubanos em diversos países do mundo nos locais para onde os outros não querem ir. Apesar das dificuldades que continuam a enfrentar, designadamente o bloqueio económico dos EUA, que quase ninguém apoia na Assembleia Geral da ONU, Cuba resiste e é um farol para o mundo. Foram igualmente feitas referências à revolução bolivariana, às ingerências e ao bloqueio norte americano, ou ao Brasil que está a regredir com Bolsonaro.

    As muitas dezenas de pessoas que participaram na iniciativa proclamaram a sua confiança na revolução cubana declarando que Cuba vencerá.

  • Ontem, dia 8 de maio, prosseguiu , no Porto , a iniciativa "PAZ em ciclo: um filme e um debate"

    No Centro Católico de Operários do Porto, a sessão começou com um debate sobre a situação actual no Brasil, em que intervieram, na abertura, a dirigente do CEBRAPAZ, Moara Crivelete, e Ilda Figueiredo, presidente da Direcção Nacional do CPPCC. No debate que se seguiu com algumas dezenas de pessoas presentes, foi salientada a solidariedade do CPPC com o CEBRAPAZ e a confiança de que o povo brasileiro e as forças progressistas do Brasil consigam impedir um golpe e o retrocesso da política brasileira de combate às injustiças sociais, na defesa da democracia e da paz.

    Seguiu-se o visionamento do Filme "A oeste nada de novo", um notável testemunho contra a guerra.