Também no Porto se realizou um acto público da Campanha "Sim à Paz! Não à NATO!" no momento em que se realizava uma reunião da Nato, em Bruxelas.

Culminando uma campanha em defesa da Paz e de denúncia da NATO e dos objectivos belicistas da sua cimeira de Bruxelas, "Sim à Paz! Não à NATO!", subscrita por 28 organizações portuguesas, que contou com uma iniciativa pública no dia anterior em Lisboa, ou a distribuição de milhares de documentos em várias outras cidades do país

A acção, convocada pelo conjunto das organizações e movimentos subscritores, decorreu sob palavras de ordem como "Sim à Paz! Não à NATO", "Defender a Constituição! NATO não!", "Trabalho sim! Guerra Não", entre outras

No final intervieram representantes do Movimento Democrático de Mulheres, da União dos Sindicatos do Porto e do Conselho Português para a Paz e Cooperação. Foram distribuídos documentos da pelas pessoas que passaram ou se juntaram à iniciativa que decorreu na Rua da Santa Catarina, no centro do Porto.