Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

76º Aniversário da Libertação de Auschwitz

76 aniversario da libertacao de auschwitz 1 20210202 1207813789
O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) associa-se à celebração do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, efeméride com que as Nações Unidas procuram preservar a memória dos milhões de vítimas do genocídio promovido pelo nazi-fascismo alemão e celebrar a libertação de um dos principais campos de concentração, Auschwitz, pelas tropas soviéticas, no dia 27 de janeiro de 1945.
O Holocausto não foi simplesmente o resultado do impulso de um louco ou de um punhado de loucos. Os nazis promoveram a xenofobia, o racismo, o ressentimento e a aversão às minorias, para amalgamar o povo alemão em torno do seu projeto económico, social e político de defesa dos interesses dos grandes grupos económicos alemães, contra o que fosse diferente, estrangeiro, ou se opusesse a tal projeto.
Ler mais...

Fim imediato da agressão de Marrocos contra o Saara Ocidental

fim imediato da agressao de marrocos contra o saara ocidental 1 20201113 2096842168

 Na sequência da notícia que o Reino de Marrocos iniciou, às primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 13 de Novembro, uma agressão militar contra o Saara Ocidental, efetuando uma incursão em território saarauí na zona de Guerguerat, depois de, nos últimos dias terem sido divulgadas informações sobre atividades militares de Marrocos com estacionamento de tropas e armamento junto à fronteira.
Perante esta agressão, em flagrante violação do acordo de cessar-fogo em vigor desde 1991, sob a égide da ONU, as forças da frente Polisário evacuaram os civis da zona e ripostaram ao ataque.
Ler mais...

Agressão dos EUA à Coreia começou há 70 anos

agressao dos eua a coreia comecou ha 70 anos 1 20200730 1245606188
 
A intervenção militar dos EUA na Coreia, que ainda hoje permanece, começou há precisamente 70 anos. O objetivo – como sempre mascarado sob belas palavras – foi o mesmo que os levou anos mais tarde a agredir o Vietname: o de procurar travar o impetuoso movimento libertador dos povos, que se seguiu à Vitória sobre o nazi-fascismo na Segunda Guerra Mundial.
Naquele país asiático, dominado durante décadas pelo Japão, duas tendências antagónicas disputavam o poder: as forças de resistência anticolonial libertaram o Norte (com o apoio da URSS), enquanto a Sul os EUA instalaram no poder antigos colaboradores das forças de ocupação japonesas, perpetuando a sua presença militar no país, assim como a divisão da Coreia.
Ler mais...

75 anos dos bombardeamentos de Hiroxima e Nagasáqui | Pelo fim das armas nucleares

75 anos dos bombardeamentos de hiroxima e nagasaqui pelo fim das armas nucleares 1 20200810 1094927843
 
O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) assinala os 75 anos dos bombardeamentos atómicos de Hiroxima e Nagasáqui e reafirma a necessidade e urgência de pôr fim às armas nucleares, apelando à assinatura e ratificação do Tratado de Proibição das Armas Nucleares.
Na memória dos povos de todo o mundo permanecem os horrores da Segunda Guerra Mundial, incluindo o holocausto perpetrado pelos nazis alemães e os bombardeamentos nucleares norte-americanos sobre as cidades japonesas de Hiroxima e Nagasáqui – ocorridos a 6 e 9 de Agosto de 1945 - sobre um Japão na prática já derrotado e sobre cidades sem importância militar estratégica, tornando o crime ainda mais brutal.
Ler mais...

Pela Paz, fim às armas nucleares!

pela paz fim as armas nucleares 1 20200708 1021872975
 
O Conselho Português para a Paz e Cooperação, em conjunto com a Movimento de Municípios pela Paz, assinalando o 3º aniversário da aprovação do Tratado de Proibição de Armas Nucleares nas Nações Unidas, inaugurou hoje, dia 7 de Julho, no centro comercial Rio Sul, no Seixal, uma exposição contra as armas nucleares que permanecerá exposta durante uma semana.
Na inauguração participaram a vereadora da Câmara Municipal do Seixal, Manuela Calado, a presidente da direção nacional do CPPC, Ilda Figueiredo, e o diretor do centro comercial Rio Sul, Paulo Ruivo.
Estiveram ainda presentes autarcas locais e representantes de associações.