Outras Notícias

Concerto pela Paz | Lisboa 2018 | Luisa Ortigoso

Concerto pela Paz - Lisboa 2018
19 de Maio 15h30 - Fórum Lisboa

Luisa Ortigoso

Estreia-se como profissional, em teatro, no ano de 1980, tendo trabalhado ao longo destes 38 anos com encenadores como Joaquim Benite, Fernando Gusmão, Peter Shrot e Peter Kleinert , Luzia Maria Martins e Fernando Mora Ramos. Estreou este ano de 2018 o monólogo “Testamento”, do autor irlandês Colm Tóibín e dirigido por Beto Coville onde interpreta Maria.

Trabalha também para televisão, tendo integrado elencos de várias novelas, (“Anjo Selvagem”, “Tu e Eu”, “A Outra”, “O Sábio”, “Paixão”, só para referir algumas), séries (sendo a mais recente “Bem-Vindos a Beirais”) e telefilmes (“Pelas Próprias Mãos” e “Divino Pecado”). Em cinema fez parte do elenco de “Bad Investigate” (estreado em Janeiro deste ano) e “Portugal não está à Venda” (a estrear em Agosto próximo). Fez regularmente teatro radiofónico, desde a sua estreia como actriz até às últimas produções da RDP. Como actividade paralela, privilegiou o trabalho musical, interpretando (em diferentes espectáculos) temas populares portugueses, Gershwin, Brecht/Weil e Brecht/Eisler, Zeca Afonso e Carlos Azevedo. Dá aulas de oficina teatral desde 1999. Faz ainda, regularmente, workshops de interpretação e coaching.

Luísa Ortigoso - actriz

Concerto pela Paz | Lisboa 2018 | B'rbicacho

Concerto pela Paz - Lisboa 2018
19 de Maio 15h30 - Fórum Lisboa

B'rbicacho

Unem-se numa noite fria de Dezembro, e de uma partilha quente de histórias culmina um grande B'rbicacho. B'rbicacho para aqui, B'rbicacho para acolá, e nasce a cumplicidade e a amizade que se transparece na música. Como juntar uma viola da gamba, um clarinete, uma guitarra e três vozes femininas?

Partindo da época medieval e viajando até ao presente, passando sobretudo pela música de raiz lusófona, as B'rbicacho propõem um baile, onde é possível saborear desde o malhão mais incôndito à mais doce das mazurkas.

Concerto pela Paz | Lisboa 2018 | El Sur

Concerto pela Paz - Lisboa 2018
19 de Maio 15h30 - Fórum Lisboa

El Sur

A América Latina será a suprema contradição?

Recolhe de todos os cantos do mundo pedaços de identidade: o mediterrâneo, o negro, o azul e o vermelho. Retoma sempre que pode a sua própria génese, as suas cores terra e os seus sabores intensos, o seu afã de liberdade e esperança.

É aqui que mergulha "el Sur". Na força de um continente e no génio dos seus autores, na fronteira entre o Pacífico e o Atlântico.

O sul é muito mais do que uma coordenada, é uma condição e um modo de vida, é compreender que quando olhamos para baixo, estamos é a olhar para cima, para o urgente tempo que se aproxima e que nos mudará para sempre.

O grupo é actualmente formado por Rui Galveias na guitarra, Rui Alves na bateria, Francesco Fry di Carlo no acordeão e Tiago Neo no baixo.

Concerto pela Paz | Lisboa 2018 | PESTE & SIDA

Concerto pela Paz - Lisboa 2018
19 de Maio 15h30 - Fórum Lisboa

PESTE & SIDA

Composto por João Pedro Almendra (voz), João San Payo (baixo), Luis Varatojo (guitarra) e Fernando Raposo (bateria), o quarteto fundador dos Peste & Sida começou a ensaiar na Galeria Monumental no Verão de 1986. A eles juntou-se Orlando Cohen (guitarra) sendo esta a formação que em quinteto grava os dois primeiros álbuns da banda: o emblemático “Veneno” em 1987 e o muito aclamado “Portem-se Bem!” em 1989 que viria a consagrar a banda levando os Peste & Sida em tournee de norte a sul do país.

Ler mais...

Concerto pela Paz | Lisboa 2018 | Coro Infanto-Juvenil da Universidade de Lisboa

Concerto pela Paz - Lisboa 2018
19 de Maio 15h30 - Fórum Lisboa

Coro Infanto-Juvenil da Universidade de Lisboa dirigido por Erica Mandillo e acompanhados ao piano por João Lucena.

O CIUL fez a sua primeira apresentação pública em Junho de 2005, na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa. Desde então tem vindo a desenvolver uma nova linguagem, que associa a expressão corporal e teatral ao canto. Realizou mais de 100 concertos e espetáculos no país e no estrangeiro, destacando-se os seguintes: Paixão segundo São Mateus de J. S. Bach, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (CCB), sob a direção de Enrico Onofre (2009); participação na cantata Jeanne d'Arc au Bucher de Honneger, na Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), sob direcção de Simone Young (2010); concerto com o coro finlandês Tapiola Choir, no CCB (2010); dois concertos sob o título União Musical, a convite do Parlamento Europeu, em Bruxelas (2011); estreia da ópera Menina Gotinha de Água do compositor Miguel Azguime (2011); participação num dos mais prestigiados festivais de coros juvenis do mundo, em Basileia, para o qual foi selecionado por um júri internacional (2012); concertos a convite do coro canadiano Shallaway, na Sé de Lisboa (2013), e do Coro Juveníl do Palau, em Barcelona (2014); e a Paixão segundo São Mateus, no Grande Auditório da FCG, sob a direção de Michel Corboz (2014).

Ler mais...