solidariedade com a revolucao bolivariana 2 20191019 1031167897

O Conselho Português Para a Paz e Cooperação, promoveu, em colaboração com o Movimento Democrático de Mulheres e a Associação de Amizade Portugal Cuba, na sede desta última, no dia 11 de Outubro, uma Sessão Pública de Solidariedade com a Revolução Bolivariana.

Na sessão participou o Presidente do Comité de Solidariedade Internacional e Defesa da Paz (COSI), Carolus Wimmer, que deu a conhecer todo o trabalho que é desenvolvido por este comité em colaboração com várias instituições venezuelanas em defesa da paz, da soberania e da Revolução Bolivariana.
Realçou a importância da solidariedade internacional para com o povo da Venezuela e a Revolução Bolivariana, nomeadamente a que tem sido desenvolvida pelo CPPC, em colaboração com outras organizações.

 

O CPPC reafirmou a solidariedade de sempre, com o processo soberano, democrático e progressista venezuelano, que se tem destacado na sua ação, face ao agravamento da ofensiva liderada pelos EUA e apoiada pelos seus aliados na América Latina e na União Europeia, com vista a alcançar os sinistros objetivos de sucessivas administrações norte americanas.

O CPPC afirmou ainda que do novo Governo Português se exige uma posição coerente com a Constituição da República Portuguesa e o Direito Internacional de não ingerência e de respeito pela soberania dos Estados, de rutura com a atitude subserviente aos interesses dos EUA, alheios e mesmo contrários aos do povo português, que tem marcado a posição de sucessivos governos e que é urgente reverter.

Há que respeitar a soberania, a independência e o direito do povo Venezuelano ao modelo de desenvolvimento que escolheu, o seu direito à paz!

Ocorreu, no mesmo dia, uma reunião entre Carolus Wimmer do COSI e membros da direção nacional do CPPC para troca de informações sobre o trabalho desenvolvido pelas duas organizações na defesa da Paz, da solidariedade e do direito dos povos a definir o seu futuro.