Outras Notícias

Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino

dia internacional de solidariedade com o povo palestino 1 20181202 1547012624

Pelo seus inalienáveis direitos nacionais

Assinala-se, a 29 de Novembro, o Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, instituído em 1977, pela Organização das Nações Unidas, para relembrar a aprovação, em 1947, pela Assembleia-Geral das Nações Unidas, da Resolução 181, que preconizou a divisão da Palestina em dois Estados - um árabe e um judeu - sendo que as cidades de Jerusalém e Belém permaneceriam 'zonas internacionais'.

Mais de sete décadas depois só o Estado de Israel existe, mantendo a ilegal ocupação de território pela força das armas, com o apoio ou conivência dos EUA e da UE.

Ler mais...

Solidariedade com Cuba! Fim ao bloqueio!

solidariedade com cuba fim ao bloqueio 1 20181125 1414823857

Com 189 votos a favor, nenhuma abstenção, e os votos contra dos Estados Unidos da América (EUA) e de Israel, a Assembleia Geral da ONU aprovou no passado dia 1 de novembro uma nova Resolução contra o bloqueio norte-americano a Cuba.
Procurando alterar o teor da Resolução em debate e contaminar uma discussão que antevia desfavorável, a representação norte-americana, além de assediar as delegações de outros países para levá-las a alterar o seu sentido de voto, apresentou oito emendas ao texto proposto. Tais tentativas saíram porém frustradas pois todas as emendas foram esmagadoramente rejeitadas, tendo votado a favor das mesmas apenas EUA, Israel e Ucrânia.

Ler mais...

CPPC solidário com o povo brasileiro na defesa da democracia e do progresso social

cppc solidario com o povo brasileiro na defesa da democracia e do progresso social 1 20181008 1944990845

No próximo domingo, 7 de Outubro, vão decorrer eleições no Brasil para a presidência da República, Senado, Congresso e Assembleias Estaduais. Estas eleições, e particularmente as presidenciais, decorrem numa situação marcada ainda pelos efeitos da destituição da presidente eleita Dilma Rousseff, que configurou um verdadeiro golpe de Estado institucional, e que continuou com a perseguição contra Lula da Silva e da sua arbitrária prisão, através da instrumentalização do sistema judicial, que tem desrespeitado normas processuais e criado “jurisprudência” à medida do objectivo político de afastamento e impedimento da participação de Lula da Silva nestas eleições.

Ler mais...

Seminário "Palestina: História, Identidade e Resistência de um país ocupado"

seminario palestina historia identidade e resistencia de um pais ocupado 1 20181125 1080614733

Os Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal acolhem, no dia 30 de Novembro, o seminário «Palestina: História, Identidade e Resistência de um país ocupado», promovido em parceria pelo município, o CPPC e o MPPM. Eis o programa detalhado da iniciativa:

9.30 horas – Sessão de Abertura

Joaquim Santos, presidente da Câmara
Municipal do Seixal
Nabil Abuznaid, embaixador da Palestina
Ilda Figueiredo, presidente do Conselho Português para a Paz e Cooperação
Maria do Céu Guerra, presidente do MPPM – Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente

Ler mais...

Solidariedade com o povo brasileiro

solidariedade com o povo brasileiro 1 20180906 1179064388

Pela defesa dos direitos democráticos de Lula da Silva

O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) considera a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em negar o registo do candidato Lula da Silva como mais um grave passo no golpe de estado em curso no Brasil, iniciado com a destituição da presidente Dilma Rousseff e que continua com a perseguição contra Lula da Silva, na sua arbitrária prisão e na procura de impedir que possa concorrer às próximas eleições presidenciais no Brasil, marcadas para 7 de Outubro – um processo onde tem sido amplamente denunciada a instrumentalização do sistema judicial, que tem desrespeitado normas processuais e criado “jurisprudência” à medida do objectivo político de afastamento de Lula da Silva da participação nestas eleições.

Denunciando este grave processo antidemocrático, o golpe institucional, as medidas arbitrárias e as acções de violência contra responsáveis e activistas políticos e sociais brasileiros e contra manifestações em defesa da democracia e pelo respeito dos direitos de Lula da Silva, assim como a campanha de desinformação e manipulação mediática que lhe dá cobertura, o CPPC reafirma a sua mais viva solidariedade ao povo irmão brasileiro e à sua luta para salvaguardar a soberania, os direitos e garantias democráticas no Brasil e resistir a um poder crescentemente repressivo e autoritário.

Direcção Nacional do CPPC