Outras Notícias

Cooperação

  • Saudação à Manifestação Nacional de Mulheres

    manifestacao nacional de mulheres de 8 de marco 1 20200310 1680795352

    Saudando a Manifestação Nacional de Mulheres de 8 de Março, em Lisboa, promovida pelo Movimento Democrático de Mulheres e reconhecendo-se nos seus objectivos o Conselho Português para a Paz e Cooperação estará presente nesta jornada de luta e convida todos os amantes da paz a participarem na manifestação e a se juntarem à faixa com que o CPPC desfilará.

    Concentração Praça dos Restauradores, junto Avenida da Liberdade, às 14h30.

    O CPPC saúda calorosamente as Mulheres na luta contra a discriminação e violência, contra as desigualdades, na luta pelos seus direitos, pela afirmação da sua força fundamental para que no país haja uma verdadeira política de igualdade e justiça social.

    As Mulheres estiveram e estão na luta pela paz e contra a guerra, que está profundamente ligada à luta pelo progresso social. Estiveram e estão na luta por um Mundo livre de Armas Nucleares, em defesa do seu futuro, do futuro da Humanidade.

    Pela Paz, todos não somos de mais!

  • Saudação ao 1.º de Maio | Pelo progresso social, pela paz!

    saudacao ao 1 de maio pelo progresso social pela paz 1 20210429 1295842431

    Numa data carregada de significado como é o 1.º de Maio, o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda todos os trabalhadores, mulheres e homens que lutaram, e lutam, por um mundo mais justo, mais fraterno, mais solidário, de paz. Saúda de forma especial os trabalhadores portugueses e a CGTP-IN, associando-se às manifestações por esta convocadas.
    Saudamos a combatividade e a firmeza das trabalhadoras e dos trabalhadores, em defesa das Conquistas do 25 de Abril, da Democracia, da Liberdade, da Paz que, num quadro marcado por limitações que advêm da crise sanitária, provocada pela pandemia, não baixaram os braços, nem abdicaram da luta pelos direitos, pela melhoria das condições de vida.
  • Saudação ao 1º de Maio

    saudacao ao 1 de maio 1 20200501 1478183581

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda os trabalhadores – mulheres e homens - que lutaram e lutam por um mundo mais justo, mais fraterno e mais solidário, em defesa das conquistas de Abril consagradas na Constituição da República Portuguesa, da liberdade, da democracia e da paz. Uma luta que assume uma particular importância num momento tão complexo como o que estamos a viver em que alguns procuram pôr em causa os direitos dos trabalhadores, incluindo o direito ao trabalho e outros importantes direitos e conquistas democráticas.

    O CPPC saúda de uma forma especial as iniciativas da CGTP-IN realizadas num contexto de grande dificuldade e com as limitações existentes, reafirmando que a Paz que defendemos é bem mais que a ausência da guerra. Implica a defesa dos direitos humanos fundamentais, do direito de todos os cidadãos disporem de condições de vida e de trabalho dignas; de uma justa distribuição da riqueza; de uma educação pública de qualidade e de um Serviço Nacional de Saúde para todos devidamente preparado material e humanamente; de emprego seguro, com direitos e justa remuneração; de proteção no desemprego; de pensões de reforma dignas; da proteção social na infância, na velhice e em situações de especial necessidade; do direito a uma habitação digna e a um ambiente sadio, do acesso à produção e fruição culturais, entre outros.

    O CPPC saúda os trabalhadores e os povos de todo o mundo, e em especial os que sofrem a violência da agressão militar, os que lutam pela sua liberdade e o seu direito soberano a escolher o seu caminho, os refugiados e deslocados que anseiam pelo direito a uma vida digna. A todos, manifestamos a nossa total e comprometida solidariedade.

    Pela Paz todos não somos demais!

    Direção Nacional do CPPC

  • Seixal acolhe reunião do Movimento dos Municípios pela Paz e sessão de solidariedade com a Palestina

    seixal acolhe reuniao do movimento dos municipios pela paz e sessao de solidariedade com a palestina 1 20190619 1546991208

    No passado dia 11 de Junho realizou-se nas instalações da Câmara Municipal do Seixal uma reunião do Movimento dos Municípios pela Paz, em que participaram quatro dirigentes do CPPC e representantes de 18 municípios. Foi um momento de troca de opiniões sobre as atividades que se estão a desenvolver nas áreas da educação e cultura da paz e da solidariedade.
    Na segunda parte, incluiu-se uma iniciativa de solidariedade com a Palestina em que também participou o embaixador da Palestina e onde foi dada a informação sobre a recente visita de autarcas à Palestina.

  • Sérias ameaças no Dia Internacional da Paz

    serias ameacas no dia internacional da paz 1 20210922 1022129764

    Assinala-se hoje, 21 de Setembro, o Dia Internacional da Paz.
    Instituído pela Assembleia-geral das Nações Unidas em 2001 e celebrado pela primeira vez no ano seguinte, espera-se da sua comemoração anual que contribua para sublinhar a importância da defesa e da promoção da paz – um direito de todos os povos –, para o respeito do direito à auto-determinação dos povos e da soberania dos Estados – princípios fundamentais nas relações internacionais, consagrado na Carta das nações Unidas.

    Este ano, a celebração do Dia Internacional da Paz é ensombrado por sérias ameaças à paz, que advêm do incremento da militarização das relações internacionais, da corrida aos armamentos, do reforço de blocos políticos-militares, como a NATO, e da criação de novas alianças militares, como a que recentemente foi estabelecida entre os Estados Unidos da América, o Reino Unido e a Austrália – a denominada AUKUS –, que incide na região Indo-Pacífico e que visa em particular a República Popular da China.

    No âmbito desta aliança de cariz militar, a Austrália passará a possuir submarinos nucleares e será dotada das infraestruturas e equipamentos que assegurem a sua manutenção e desenvolvimento. Britânicos e norte-americanos, por seu lado, utilizarão ainda mais as bases militares e outras instalações australianas para estacionamento e movimentação de tropas, armamento, embarcações e aeronaves. Uma nova iniciativa belicista, numa região que é já hoje das mais militarizadas e tensas do mundo.

    Ao mesmo tempo, prosseguem as acções promovidas pelos EUA e os seus aliados contra outros países, mesmo no contexto da pandemia, como as guerras de agressão contra a Síria e o Iémen, a ocupação da Palestina, a ocupação do Sara Ocidental, ou as sanções e os bloqueios económicos contra Cuba, a Venezuela e outros países – da América Latina à Ásia, passando pela Europa – acções dos EUA e dos seus aliados que violam premeditadamente os mais elementares direitos de milhões de seres humanos.

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação reclama o fim das acções de agressão contra outros povos, o fim da escalada armamentista, a redução drástica das despesas militares, o fim dos blocos político-militares – nomeadamente da NATO e dos seus congéneres, como o AUKUS –, o fim da militarização da União Europeia, o fim das armas nucleares e de destruição massiva, o desarmamento geral, simultâneo e controlado.

    Para o CPPC, todos os povos têm o direito a decidir do seu caminho de desenvolvimento livres de ingerências ou pressões externas – é o que determina o direito internacional e o que melhor serve a causa da paz, do progresso e da justiça social.

  • Sessão | O perigo das armas nucleares | Coimbra

     

    coimbra1

    Realizou-se, ontem, dia 28 de Julho, no Espaço 25, em Coimbra, a sessão sobre "O perigo das armas nucleares" com o conceituado investigador cinetífico Frederico Carvalho, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e Preisdente da Organização dos Trabalhadores Cieníficos (OTC).
    Foi uma apresentação bem fundamentada em factos e números, simultânea e brilhantemente apoiada por projecção de imagens e vídeo.
    Os presentes mostraram muito interesse na sessão e reconheceram a importância de conhecer os dados sobre as armas nucleares revelados por Frederico de Carvalho.
  • Sessão de educação para a Paz em Matosinhos

    sessao de educacao para a paz em matosinhos 1 20210123 1288742451
     
    Realizou-se, no passado dia 13 de janeiro, uma sessão de educação para a Paz, na EB1,2,3, em Matosinhos, em que participaram alunos de várias turmas do último ano e diversos professores. Na sessão intervieram Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, e a prof. Olga Alpoim que abordaram as causas e consequências da Segunda Guerra Mundial e a necessidade de defender a Paz, tendo por base a exposição do CPPC que está exposta na biblioteca da escola, no âmbito do protocolo de colaboração do CPPC com a Câmara Municipal de Matosinhos.
    Foi também lida poesia de alunos sobre o mesmo tema.
  • Sessão de Solidariedade com os Povos da América Latina

    sesao de solidariedade com os povos da america latina 1 20190528 1020686725

  • Sessão evocativa dos 77 anos dos bombardeamentos de Hiroxima e Nagasaki | Seixal

    seixal

    Realizou-se na passada sexta feira, dia 5 de Agosto, na Galeria de Exposições Augusto Cabrita (Biblioteca Municipal do Seixal) uma sessão evocativa dos 77 anos dos bombardeamentos de Hiroxima e Nagasaki.
    Esta iniciativa, organizada pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação e pela Câmara Municipal do Seixal - coordenador do Movimento Municípios pela Paz - inseriu-se no objetivo do reforço da defesa da Paz e contou com três momentos em que “Paz” foi a palavra de ordem.
    A sessão teve início com um momento musical proporcionado por Vítor Paulo, na guitarra e na voz, acompanhado por João Neves, no teclado.
  • Sessão Pública | 45 anos da revolução de abril e fim do colonialismo português

    sessao publica 45 anos da revolucao de abril e o fim do colonialismo portugues 1 20191019 1652567832

  • Sessão Pública | A situação atual e a luta pela Paz | Beja

    sessao publica a situacao atual e a luta pela paz beja 1 20200303 1695271804

  • Sessão Pública | A situação Mundial e a luta em defesa da Paz | Aljustrel

    sessao publica a situacao mundial e a luta em defesa da paz aljustrel 1 20200303 1939680973

  • Sessão Pública | Respeitar a vontade do Povo Venezuelano | Lisboa

    respeitar a vontade do povo venezuelano 1 20201214 1292662937

  • Sessão Pública no Barreiro Pela Paz! Da América Latina ao Médio Oriente

    pela paz da america latina ao medio oriente 1 20181202 1941496301

    O Conselho português para a Paz e a Cooperação (CPPC), com o apoio e participação da Sociedade de Instrução e Recreio Barreirense - Os Penicheiros, vai realizar uma Sessão Pública / Debate nesta centenária e prestigiada Colectividade da cidade do Barreiro, no dia 7 de Dezembro, pelas 21h00. Num momento em que a situação internacional é marcada por um perigoso agravamento da tensão e escalada belicistas, que podem pronunciar o desencadear de novos conflitos, ameaçando a sobrevivência dos povos em qualquer parte do mundo, o CPPC e a SIRB - Os Penicheiros convidam a participar nesta sessão de debate e solidariedade “Pela Paz! Da América Latina ao Médio Oriente”.

    Pela Paz, todos não somos demais!

  • Sessão pública! Solidariedade com os povos da América Latina!

    sessao publica solidariedade com os povos da america latina 1 20201019 1507381464
    Face ao incremento da ingerência e da ação desestabilizadora dos EUA na América Latina, procurando travar e inverter processos de emancipação nacional e social na região, o Conselho Português para a Paz e Cooperação promove no próximo dia 27 de Outubro, pelas 18 horas, na Casa do Alentejo, em Lisboa, uma sessão pública de solidariedade com os povos da América Latina.
    Intervêm, entre outros, Ilda Figueiredo, presidente da Direção Nacional do CPPC.
    Participa e divulga!
    Nas iniciativas do CPPC serão respeitadas as recomendações de salvaguarda da saúde pública.
  • Solidariedade com a América Latina

    solidariedade com a america latina 1 20211103 1761554320

  • Solidariedade com os Povos da América Latina

    solidariedade com os povos da america latina 2 20201123 1760909985
     
    Decorreu no passado dia 18 de novembro uma sessão de Solidariedade com os povos da América Latina, na biblioteca municipal Almeida Garrett , no Porto, promovida pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação.
    A sessão contou com intervenções de Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, o jornalista e membro da Presidência Alfredo Maia e Sandra Tavares, professora universitária.
  • Solidariedade com os Povos do Médio Oriente

    solidariedade com os povos do medio oriente 4 20201123 2073837397
     
    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e o Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM) realizaram hoje, 19 de Novembro de 2020 a sessão pública "Médio Oriente: Defesa da Justiça e da Paz" que contou com a participação de - Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção Nacional do CPPC, Carlos Almeida, Vice-Presidente da Direcção Nacional do MPPM, José Goulão, jornalista e membro da Presidência do CPPC, e do Ex.mo Sr. Nabil Abuznaid, Embaixador da Palestina em Portugal.
    No animado debate, foi analisada a situação nesta conturbada região do Médio Oriente, e sublinhada a necessária solidariedade de todos, na exigência do fim da ingerência e da ofensiva do imperialismo na região, com especial destaque para os EUA – sublinhe-se que no dia da sessão Mike Pompeo se encontrava em Israel - e seus aliados da União Europeia, que sempre foram cúmplices de Israel na ocupação da Palestina. Ou ainda nas várias agressões como ao Iraque, à Líbia, à Síria ou ao Líbano, como também a guerra da Arábia Saudita contra o Íemen, entre outras. Todos foram unânimes na necessidade de defender o direito dos povos à Paz.
  • Um mundo de paz para as crianças crescerem felizes

    um mundo de paz para as criancas crescerem felizes 1 20190605 1592630334

    No momento em que se assinala o Dia da Criança, o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) reafirma a sua determinação em prosseguir a sua acção em prol da paz, da cooperação e do progresso, essenciais para que as crianças possam ver consagrados e plenamente respeitados os seus direitos a uma vida feliz, saudável e plena.

    Hoje, por todo o mundo, milhões de crianças sofrem com a guerra, a pobreza, a opressão, a doença, a destruição do meio ambiente. Recursos, essenciais para lhes garantir segurança, educação, saúde e habitação condigna são desviados para o armamento e para a guerra – uma pequena parte dos gastos militares mundiais resolviam os principais problemas que afectam os povos do mundo, e particularmente as crianças. Cruéis bloqueios económicos privam-nas de bens e serviços essenciais.

  • Um Mundo melhor, um Mundo de Paz, é possível!

    um mundo melhor um mundo de paz e possivel 1 20201026 1752748571

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação realizou, no passado dia 22, uma reunião da sua Presidência. Nesta reunião, em que participaram ainda alguns membros da Direção Nacional, os presentes analisaram a preocupante situação internacional atual, e a necessária resposta em defesa da Paz.
    A reunião foi dirigida pelo presidente da Mesa da Assembleia da Paz e capitão de Abril, José Baptista Alves e pela vice-presidente da mesa Deolinda Machado.