Outras Notícias

Educação para a Paz

  • CPPC debate armas nucleares na Escola Secundária Camões, em Lisboa

    O CPPC participou, no dia 19, num debate na Escola Secundária Camões, em Lisboa, inserido na campanha pela adesão de Portugal ao Tratado de Proibição de Armas Nucleares. A iniciativa nasceu dos próprios estudantes, que, em Reunião Geral de Alunos, mandataram a direcção da Associação de Estudantes para que promovesse acções pela Paz. Daí partiu o convite ao CPPC.

  • CPPC fala sobre 25 de ABRIL em escolas de Setúbal

    cppc fala sobre 25 abril em escolas de setubal 1 20190518 1165832279

    A convite de escolas de Setúbal, o Conselho Português para a Paz e Cooperação participou, através da dirigente Zulmira Ramos, em palestras, muito participadas, sobre o “25 de Abril e a Paz”: na Escola Lima de Freitas, no dia 26 abril, e na Escola Sebastião da Gama, no dia 30 de abril.

    Nas palestras, Zulmira Ramos referiu-se à situação de Portugal antes do 25 Abril que se caracterizava, por exemplo, pela existência de miséria, trabalho infantil, ausência de direitos das mulheres, repressão, guerra colonial, analfabetismo, ensino reservado para uns poucos, dando conta também das lutas diversas do povo português e dos povos das ex-colónias contra o fascismo e contra o colonialismo, o que culminaria com a acção do Movimento das Forças Armadas (MFA), que, em conjunto com o povo, pôs fim ao fascismo, permitiu acabar com a guerra colonial, realizar eleições democráticas, melhorar as condições de vida, viver em liberdade e em paz.

  • CPPC no Algarve (fevereiro 2016)

    Nos passados dias 22 e 23 de Fevereiro realizaram-se no Algarve diversas iniciativas, envolvendo cerca de 400 pessoas, na sua maioria jovens, de diversas escolas secundárias onde se realizaram debates sobre a actualidade da luta pela Paz.

    Em colaboração com o Sindicato dos Professores da Zona Sul e as direcções das Escolas Secundárias de Tavira e Pinheiro e Rosa de Faro, Ilda Figueiredo, presidente da direcção nacional do CPPC participou em debates que abordaram diversas questões da actualidade e assinalaram o 40º aniversário da Constituição da República Portuguesa (CRP), abordando sobretudo o seu artigo 7º, onde se preconiza a defesa da solução pacífica dos conflitos internacionais, da não ingerência nos assuntos internos dos outros Estados e da cooperação com todos os povos para a emancipação e o progresso da humanidade.

  • Debate | A importância da Luta pela Paz | EB 2.3 Dr. Joaquim Magalhães

    debate a importancia da luta pela paz 2 20191105 1106290302

  • Debate | A importância da Luta pela Paz | ES Tomás Cabreira

    debate a importancia da luta pela paz 1 20191105 1715371764

  • Debate | A importância da Luta pela Paz | Loulé

    debate a importancia da luta pela paz 3 20191105 1125399677

  • Debate | A importância da luta pela Paz | Parchal -Lagoa

    a importanicia da luta pela paz 2 20190208 1716478767

  • Debate em Almada pela paz e o desarmamento

    debate em almada pela paz e o desarmamento 1 20180527 1183676974

    Mais de 60 professores e estudantes do ensino recorrente da Escola Secundária Cacilhas-Tejo, em Almada, participaram no dia 24 de Maio numa sessão sobre paz e desarmamento, inserida na campanha do CPPC pela adesão de Portugal ao Tratado de Proibição de Armas Nucleares. Após a apresentação do tema, a cargo de Gustavo Carneiro e João Jorge, respectivamente da direcção nacional e do núcleo de Almada, seguiu-se um vivo debate sobre os riscos actuais para a paz e a segurança, a necessidade imperiosa de pôr fim às armas nucleares e de destruição massiva e a urgente acção pela paz e a solidariedade. No final, foram recolhidas dezenas de assinaturas para a petição que o CPPC tem em curso que reclama das autoridades portuguesas a assinatura e ratificação desse tratado.

  • Debate em Marco de Canaveses

    debate em marco de canaveses 1 20190201 1121953731

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação participou num debate sobre o Dia Escolar da Não Violência e da Paz ( 30 de Janeiro), com professores e alunos da Escola Secundária do Marco de Canaveses, a convite da Biblioteca da Escola, onde também estava presente uma exposição do CPPC sobre a II Guerra Mundial.

    Na iniciativa abordaram-se as causas e consequências das guerras e a importância de defender a paz, dando exemplos também da situação portuguesa e internacional.
    Foi distribuído aos alunos o Apelo à defesa da Paz, do Encontro pela Paz realizado no passado dia 20 de Outubro, em Loures.

  • Debate em Penalva do Castelo "Os Refugiados, a Guerra e a luta pela Paz"

    debate sobre a questao dos refugiados a guerra e a luta pela paz em penalva do castelo 1 20180523 1408511227

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação promoveu ontem, dia 21 de Maio, a convite do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, um debate sobre a questão dos refugiados, a guerra e a luta pela Paz em Penalva do Castelo, tendo participado cerca de 150 alunos.

    Ao fim do dia, em Viseu, realizou-se uma sessão de solidariedade com a Palestina, onde se denunciaram os massacres que na última semana causaram mais de 60 mortos e feriram mais de 2700 pessoas.

  • Debate sobre a importância do desarmamento nuclear

    debate sobre a importancia do desarmamento nuclear 1 20190329 1262016433

    Realizou-se na Escola Secundária António Sérgio, em Vila Nova de Gaia, no passado dia 14 de Março, um vivo debate sobre a importância do desarmamento nuclear e a assinatura e ratificação por Portugal do Tratado de Proibição das Armas Nucleares, tendo por base a exposição do CPPC que tem andado a circular por várias escolas de Vila Nova de Gaia.
    Participaram cerca de 100 alunos e professores e foram distribuídos documentos do CPPC e do Encontro pela Paz.

  • Debates sobre a Paz em Escolas Secundárias do Algarve

    Nos dias 10 e 11 de Fevereiro O CPPC participou em debates que decorreram em cinco Escolas Secundárias do Algarve: Silves, Messines, Vila Real de Santo António, Cacela e Tavira.

    No seu conjunto, participaram cerca de 350 jovens e diversos professores, com os quais foi possível debater os conflitos actuais, apelando à mobilização na defesa e promoção da Paz, para garantir o futuro com respeito pela democracia e pelo direito dos povos a viverem em paz, com progresso e desenvolvimento.

    Foi ainda inaugurada, na Escola Secundária de Vila Real de Santo António, a exposição sobre os "100 anos da Grande Guerra e a luta pela Paz".

     

  • Defesa e promoção da Paz no Algarve

    defesa e promocao da paz no algarve 1 20180516 1353736307

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) promoveu, em parceria com diversas entidades, um diversificado programa de ações de educação para a paz e de cultura da paz, no Algarve, durante os dias 9 e 10 de Maio, envolvendo centenas de pessoas, em que participaram Ilda Figueiredo, presidente da direcção do CPPC, Sofia Costa do núcleo local do CPPC e Isa Martins do SPZS.

    As iniciativas incluíram, na área da educação para a paz, debates com jovens e professores da Escola Secundária Dr.ª Laura Ayres, em Quarteira, da Escola Secundária de Loulé e da Escola Secundária Tomás Cabreira, em Faro e com pais e encarregados de educação, na Casa da 1.ª Infância, em Loulé.

  • Dia da Paz | Cidadania Global | Amora

    dia da paz cidadania global 1 20190510 1018204884

  • Direitos Humanos e a Paz - ES António Nobre - Porto

    es antonio nobre porto 1 20181203 1376817178

    Realizou-se um debate na Escola Secundária António Nobre, no Porto, em que participaram dezenas de alunos e professores, tendo por base as duas exposições do CPPC que a Biblioteca da ES apresentou sobre as duas grandes guerras mundiais no século XX. Estas iniciativas têm o apoio da Câmara Municipal do Porto, através do seu Pelouro da Educação. Na palestra intervieram, em nome do CPPC, Ilda Figueiredo, presidente da direcção do CPPC e Daniel Vieira com mestrado na área da história e igualmente membro do CPPC, que se referiram às causas e consequências das referidas guerras, designadamente em Portugal, e salientaram a importância da defesa da Paz, incluindo na actualidade. No debate vivo que se seguiu com os alunos, foi também salientada a importância do desenvolvimento de um espírito crítico para que se possa compreender melhor a situação actual e defender a paz perante uma ideologia dominante que faz a apologia do reforço do armamento e da guerra. Foram salientados os princípios e os valores que a Constituição da República Portuguesa defende, designadamente no seu artigo 7º.

  • Educação para a Paz

    educacao para a paz 5 20190215 1573917718

    Integrado no programa Educação para a Paz, que o Conselho Português para a Paz e Cooperação está a desenvolver, realizaram-se, em 13 de Fevereiro, no Algarve, dois debates com alunos e professores das Escolas EB Júdice Fialho, em Portimão, e da EB do Parchal, em Lagoa.

    Nos debates, bastante participados, intervieram, designadamente, a professora Isa Martins, da direcção do SPZS, e Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, tendo sido dada particular atenção à importância da defesa da Paz num momento tão complexo como o que estamos a viver. Houve boa receptividade por parte de alunos e professores.

  • Educação para a Paz

    educacao para a paz 1 20210501 1899547146
     
    Em representação do Conselho Português para a Paz e Cooperação, no dia 29 de abril, Ilda Figueiredo participou em duas iniciativas de educação para a paz em Viana do Castelo, envolvendo professores e alunos em conversas animadas sobre a importância da defesa da paz, da liberdade, da democracia e do progresso social, partindo da revolução de 25 de Abril de 1974, que pôs fim ao fascismo e à guerra colonial.
    Falou-se também da Constituição da República Portuguesa e denunciou-se a tragédia que a guerra provoca, incluindo mortes, destruição e o sofrimento de milhões de refugiados. Foi no agrupamento de escolas do Monte da Ola, com trabalhos artísticos sobre a paz e a exposição do CPPC sobre a Segunda Guerra Mundial, e na Escola Profissional Artística do Alto Minho, onde houve música, poesia, muita intervenção dos alunos e a exposição do CPPC sobre os valores de Abril.
    Nas duas escolas foram distribuídos documentos sobre o Encontro pela Paz e o Notícias da Paz.
  • Educação para a Paz

    O Programa do Conselho Português para a Paz e Cooperação "Educação para a PAZ" continua a chegar a mais escolas promovendo a mensagem da PAZ.
    Estivemos no Agrupamento Adelaide Cabete (EB António Bravo) em Odivelas, no Agrupamento Eduardo Gageiro (na EB3 Sacavém), no Agrupamento Alves Redol (EB1 Povos) em Vila Franca de Xira, no Agrupamento D.Sancho I (EB1 Vale da Pinta) no Cartaxo com a participação total de 185 participantes

  • Educação para a Paz - Algarve

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), em colaboração com o Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS), realizou quatro importantes iniciativas de educação para a paz nas escolas EB 2,3 de Montenegro, em Faro, Escola Básica e Secundária de Albufeira e Escola Secundária de Loulé, em que participou Ilda Figueiredo e Carla Sofia Magalhães pelo CPPC e Isa Martins pelo SPZS.
    Nestas iniciativas, muito animadas e de grande significado no momento presente, realizadas nos dias 10 e 11 de março, participaram cerca de 300 alunos e professores, e incluíram debates sobre a importância da defesa da paz, a rejeição do recurso à guerra para resolver conflitos, as alternativas da negociação, da diplomacia, da cooperação, a defesa da Constituição da República Portuguesa, designadamente os seus artigos 13º (igualdade) e 7º (relações internacionais), a solidariedade com o povo ucraniano e todos os povos vítimas das guerras.
    Foi igualmente salientada a importância das iniciativas “Parar a guerra! Dar uma oportunidade à Paz!”, que estão a decorrer por todo o país, e a assinatura da petição, que o CPPC promove, visando a assinatura e ratificação por Portugal do Tratado de Proibição das Armas Nucleares, tendo sido distribuídos documentos aos alunos e às escolas.
  • Educação para a Paz - Vila Nova de Gaia

    educacao para a paz vila nova de gaia 1 20190408 1575961353

    Em Vila Nova de Gaia, integrado no programa de Educação para a Paz, que o CPPC está a promover em colaboração com a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e as escolas que aderiram, professores e alunos organizaram trabalhos sobre a Paz que esta semana estão expostos nas sedes de alguns agrupamentos de escolas.

    No agrupamento de Escolas Soares dos Reis decorreu ontem, dia 3 de Abril, uma sessão pública com música e poesia que os alunos apresentaram e uma palestra em que interveio a diretora do agrupamento Maria Manuela Vieira Machado e a presidente da Direção Nacional do CPPC, Ilda Figueiredo.

    Nos trabalhos dos alunos, na música e na poesia, a defesa da paz são os denominadores comuns, contrapondo-os à guerra e às tragédias que provoca de destruição, sofrimento e morte. Ilda Figueiredo saudou estes importante contributos para a educação para a paz e para a construção de um mundo com justiça, progresso social e paz, a via necessária para garantir a possibilidade de serem felizes.

    Foram também distribuídos documentos do CPPC.