Outras Notícias

solidariedade

  • Assembleia da Paz | 16 de novembro

    assembleia da paz 16 de novembro 1 20191018 1071444598

    assembleia da paz 16 de novembro 2 20191018 1879895166

  • Assembleia da Paz | 16 março | Lisboa

    assembleia da paz 16 marco lisboa 1 20190304 2023273414

  • Assembleia da Paz | 27 Novembro 2021

    assembleia da paz 27 novembro 2021 1 20211124 1015281707

    Nos termos dos estatutos do CPPC, vai realizar-se a Assembleia da Paz em 27 de novembro, incluindo as eleições para os órgãos sociais.
    A Assembleia da Paz, com o lema " Reforçar o movimento da Paz", decorrerá na parte da manhã, a partir das 10h00, na Escola Profissional Bento de Jesus Caraça, rua Vítor Cordon, nº 1, em Lisboa, e será reservada aos aderentes.
    Seguir-se-há um almoço convívio. Solicitamos que nos confirme a presença.
    Durante a tarde, a partir das 14h30, teremos uma conferência aberta a todos, sobre a Situação Internacional e o reforço do movimento da paz, a que se seguirá uma homenagem a Francisco Vilhena, presidente da Comissão Fiscalizadora durante cerca de 20 anos.
    Apelamos a que participe na Assembleia da Paz, no almoço da paz e na conferência que se segue, no reforço do apoio e colaboração de todos os aderentes, das mais diversas formas, incluindo através do pagamento das quotas, de nova contribuição e adesão de novos membros.
    Eis as convocatórias:
  • Assembleia da Paz e Conferência do CPPC debatem reforço do movimento da paz

    assembleia da paz e conferencia do cppc debatem reforco do movimento da paz 4 20211130 1042829291

    O CPPC realizou no sábado, 27, uma Assembleia da Paz e uma Conferência, nas quais se debateu as principais ameaças à paz e aos direitos dos povos e se traçou linhas para o reforço e atividade do movimento da paz em torno de cinco linhas fundamentais: contra o militarismo e a guerra, pela paz e o desarmamento; solidariedade com os povos; movimento da paz em Portugal; relações internacionais e Conselho Mundial da Paz; organização e funcionamento do CPPC.
    A Assembleia da Paz aprovou o plano de atividades e elegeu os órgãos sociais para o biénio 2022/2023. Aprovou também duas moções: uma pela paz e o desarmamento; e a outra exigindo o imediato levantamento dos bloqueios e sanções unilaterais contra países e povos que persistam em caminhos soberanos de desenvolvimento.
    Na conferência, realizada da parte da tarde (após um almoço convívio entre os ativistas do CPPC), foram aprofundados diversos assuntos da atualidade internacional, analisados os riscos de guerra e as situações de tensão e reafirmada a solidariedade aos povos que lutam pela paz, a soberania e o direito ao desenvolvimento.
    Na ocasião, foi homeageado Francisco Vilhena, que foi durante mais de duas décadas e até à assembleia realizada da parte da manhã presidente da Comissão Fiscalizadora do CPPC. Destacou-se a sua dedicação, o seu empenho e a sua modéstia.
     
    assembleia da paz e conferencia do cppc debatem reforco do movimento da paz 1 20211130 1998031148
  • Assembleia Geral das Nações Unidas | Pelo fim do bloqueio dos EUA contra Cuba

     assembleia geral das nacoes unidas pelo fim do bloqueio dos eua contra cuba 1 20210629 1219340187

    Assembleia Geral das Nações Unidas
    - Pelo fim do bloqueio dos EUA contra Cuba
     
    A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou ontem, dia 23 de Junho, uma resolução sobre «Necessidade de por fim ao bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos da América contra Cuba».
    A resolução foi aprovada com uma votação contundente de 183 votos a favor, três abstenções e com os votos contra dos EUA e de Israel.
    A resolução apresentada anualmente por Cuba à Assembleia Geral das Nações Unidas desde 1992, e que desde então tem sido aprovada por ampla maioria, demonstra o consenso internacional em torno dos negativos impactos do bloqueio contra Cuba e da exigência do seu levantamento.
    O bloqueio, que há mais de seis décadas pretende impor o isolamento de Cuba, está ele mesmo isolado e os seus objectivos encontram-se derrotados: Cuba, livre e soberana, resiste e continua a afirmar-se como um corajoso exemplo de dignidade, determinação e solidariedade.
    O Conselho Português para a Paz e Cooperação saúda Cuba e exige uma vez mais o cumprimento desta importante resolução da ONU, como salientámos na iniciativa de solidariedade ontem, em Lisboa, organizada pela AAPC, pela CGTP-IN e pelo CPPC.
  • Assinalar a vitória sobre o nazi-fascismo, defender a Paz

    assinalar a vitoria sobre o nazi fascismo defender a paz 1 20190510 1277994828

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) assinala o 74º aniversário da vitória sobre o nazi-fascismo na Segunda Guerra Mundial reafirmando a sua determinação em prosseguir e intensificar a acção de esclarecimento e mobilização da opinião pública para a defesa da Paz, para a amizade e cooperação entre os povos do mundo, continuando a dar o seu contributo para que nunca se venha a repetir barbárie semelhante que causou cerca de 50 milhões de mortos.

    Neste 9 de Maio de 2019, em que se assinala o Dia da Vitória, o CPPC alerta para as ameaças e os perigos que a actual situação internacional comporta, em que se multiplicam focos de ingerência e conflito – do Médio Oriente à Ásia Central, da Europa de Leste ao Pacífico, de África à América Latina – e com a crescente tensão das potências ocidentais, designadamente, dos EUA, da União Europeia e da NATO, face à Federação Russa e à China, de consequências imprevisíveis.

  • Ato Político Cultural | Pela Paz, Solidariedade com a Revolução Bolivariana

    ato politico cultural pela paz solidariedade com a revol 1 20190213 2026508677

    Colocando a defesa da paz como uma questão premente face à ameaça reiterada por Trump de agredir militarmente a Venezuela e o povo venezuelano, organizações portuguesas promovem um ato político-cultural no próximo dia 22 de Fevereiro, com inicio às 18h00, na Voz do Operário, em Lisboa.

    Participarão solidariamente neste ato artistas como, 'El Sur', 'Freddy Locks', Jorge Rivotti, Sebastião Antunes e ainda Tiago Santos e Sofia Lisboa.

    A defesa da paz, a solidariedade com a Revolução bolivariana é tão mais importante quando sobre a Venezuela se abate uma operação de ingerência e agressão, sustentada numa ampla campanha de desinformação que deliberadamente esconde que na raiz de dificuldades sentidas pelo povo venezuelano – que atingem também a comunidade portuguesa na Venezuela – está um feroz e desumano bloqueio económico e financeiro promovido pela Administração Trump.

  • Ato Público | Pela Justiça e Igualdade Social! Solidariedade com o povo dos EUA! | Lisboa

    ato publico pela justica e igualdade social solidariedade com o povo dos eua lisboa 1 20200608 1086524358

    Em todas as iniciativas do CPPC serão respeitadas as recomendações de salvaguarda da saúde pública.

  • Ato Público | Pela Justiça e Igualdade Social! Solidariedade com o povo dos EUA! | Porto

    ato publico pela justica e igualdade social solidariedade com o povo dos eua porto 1 20200608 1994535867

    Em todas as iniciativas do CPPC serão respeitadas as recomendações salvaguarda da saúde pública.

  • Ato público de solidariedade com a Palestina | 6 de Julho |18h30 | Lisboa

    ato publico de solidariedade com a palestina 6 de julho 18h30 lisboa 1 20200630 1327312824

    Perante a gravidade da situação na Palestina, face à intenção de Israel anexar vastos territórios da Cisjordânia, o CPPC, a CGTP-IN e o MPPM apelam à participação nesta acção. Diremos não à anexação e exigiremos das autoridades portuguesas que dela se demarquem de forma clara e inequívoca.

  • Ato Público de solidariedade com a Palestina | Porto

    ato publico de solidariedade com a palestina porto 1 20200619 1216367848

    Decorreu no Porto, na Praceta da Palestina, no dia 17 de Junho, um Acto Público de Solidariedade com a Palestina e contra a ocupação israelita, promovido pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação e pela USP/CGTP-IN onde se denunciou a grave situação do povo palestino por causa da ocupação ilegal do seu território pelas forças de Israel e a tentativa já anunciada pelo actual governo israelita de proceder a uma nova anexação do território palestino no próximo dia 1 de Julho, constituindo nova ameaça à paz no Médio Oriente.

    Na iniciativa, que foi apresentada por Alexandre Silva, intervieram o sindicalista Tiago Oliveira, coordenador da USP/CGTP-In, o escritor e professor José António Gomes, da direcção do MPPM, a jovem estudante universitária Maria Inês Costa, a jovem palestina a estudar na Universidade do Porto, Nur Rabah Latif e Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC.

  • Ato público de solidariedade com o povo dos EUA | Lisboa

    ato publico de solidariedade com o povo dos eua lisboa 3 20200619 1413038169

    Realizou-se hoje, 9 de Junho, na Praça do Martim Moniz em Lisboa, o "Ato Público de Solidariedade com o povo dos EUA! Pela justiça e igualdade social" promovido pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, a que aderiram muitas outras organizações.

    Neste momento de afirmação da solidariedade com a luta do povo norte-americano pela justiça e a igualdade social, contra o racismo e a ameaça do fascismo, pela luta em defesa das liberdades e direitos democráticos, foram ouvidas intervenções de Filipe Ferreira, CPPC, de André Levy, biólogo e ator que viveu vários anos nos EUA e segue de perto a situação naquele país, de Paulo Renato, dirigente sindical filho de imigrantes, de Francisco Canelas da URAP e de João Barreiros do Conselho Nacional da CGTP-IN.

  • Ato público de solidariedade com o povo dos EUA | Porto

    ato publico de solidariedade com o povo dos eua porto 1 20200619 1660741429

    Junto à Casa da Música, no Porto, o "Ato Público de Solidariedade com o povo dos EUA! Pela justiça e igualdade social" promovido pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, com a participação de cerca de 100 pessoas, foi um momento de afirmação da solidariedade com o povo norte-americano que luta contra as injustiças, discriminações raciais e sociais e as profundas desigualdades que a pandemia da COVID 19 tornou ainda mais visíveis, com mais de 100 mil mortos da doença, mais de 40 milhões de desempregados vítimas da Administração de Donald Trump.

    Na iniciativa, que foi dirigida por João Rouxinol, dirigente do CPPC, intervieram o jovem Afonso Beirão, o professor e sindicalista Henrique Borges e Ilda Figueiredo, presidente da direção do CPPC, tendo-se afirmado a solidariedade com o povo dos EUA e os povos de todo o mundo que também são vítimas das ingerências, chantagens, bloqueios económicos e ameaças de agressão pela Administração dos EUA/Donald Trump, como acontece na América Latina e no Médio Oriente. Foram também denunciadas as manobras da NATO que estão a decorrer no Mar Báltico, apesar da pandemia, e as ameaças que pairam sobre o povo da Palestina, com a ameaça do atual governo de Israel, apoiado pela Administração dos EUA, agravar a ocupação no próximo dia 1 de Julho.

  • Ato Público de Solidariedade com Palestina | Porto

    ato publico de solidariedade com palestina porto 1 20200608 1058148701

  • Basta de Agressão! Pelo direito do povo palestino à Paz!

  • Basta de Crimes! Não à provocação de Trump! Liberdade para a Palestina!

    Representantes do Conselho Português para a Paz e Cooperação, da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional, do Movimento Democrático de Mulheres e do Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente entregaram esta tarde na Embaixada doe EUA em Lisboa, uma carta aberta onde expressam o seu repúdio pelo reconhecimento, pela Administração dos EUA, de Jerusalém como capital de Israel.

  • Basta de crimes! Não à provocação de Trump! Liberdade para a Palestina! Paz no Médio Oriente!

    No próximo dia 15 de Maio assinalam-se os 70 anos da Nakba – a «catástrofe», como a designa o povo palestino. Numa campanha premeditada, que acompanhou o processo de criação de Israel em 1948, as milícias sionistas destruíram mais de 500 aldeias, cometeram inúmeros massacres e expulsaram das suas casas cerca de 750.000 palestinos.

    Os massacres cometidos pelas forças armadas de Israel desde o dia 30 de Março último, Dia da Terra, para reprimir violentamente as dezenas de milhares de palestinos que se têm manifestado pacificamente na Grande Marcha do Retorno, matando dezenas pessoas e ferindo milhares, é prova eloquente que, setenta anos volvidos, a Nakba não terminou.

  • Biblioteca de Loulé recebe conferência sobre problemática dos refugiados

    A 12 de abril, terça-feira, pelas 21h30, decorre na Biblioteca Municipal de Loulé a Conferência «Situação internacional, solidariedade com os refugiados e luta pela paz», que será apresentada por Ilda Figueiredo, presidente da direção nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação, e João Martins, vereador da Autarquia com o pelouro da Ação Social.

    Esta conferência, organizada em conjunto pela Câmara Municipal de Loulé e o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), pretende dar particular atenção às causas dos refugiados, às guerras de agressão no Médio Oriente e em África, à situação na Europa e à necessidade do reforço da luta pela paz, para conseguir parar as guerras, aumentar a cooperação e conseguir a paz, o desenvolvimento e o progresso social.

     

  • Boas Festas!

    boas festas 1 20211229 2040639613

     
    Estimado/a Amigo/a da Paz
    Votos de Boas Festas com saúde, energia e esperança renovada para 2022, na defesa da justiça e da paz.
    Continuaremos a contar com a sua generosidade e o empenhamento de todos os amantes da paz na resposta às exigências dos tempos conturbados que vivemos.
    Após a Assembleia da Paz que o Conselho Português para a Paz e Cooperação recentemente realizou, elegendo os seus órgãos sociais e aprovando um Programa de Acção para o próximo biénio, iremos concretizar os desafios lançados no Apelo do II Encontro Pela Paz, de 5 de Junho passado, que decorreu em Setúbal, procurando reforçar o movimento da paz em estreita ligação com as organizações e instituições que estiveram empenhadas na organização e realização deste importante Encontro.
  • Caravana | Solidariedade com a Palestina | Coimbra

    caravana solidariedade com a palestina coimbra 1 20210529 1059292296
     
    Fim à agressão e à ocupação na Palestina!
    • É urgente travar a agressão contra o povo palestiniano!
    • É urgente pôr fim aos bombardeamentos israelitas de Gaza que já provocaram largas dezenas de mortos e centenas de feridos – muitos dos quais crianças!
    • É urgente pôr fim à expulsão dos palestinianos das suas casas e terrenos, aos colonatos e à ocupação!
    • É urgente impedir a política de terrorismo de Estado que visa inviabilizar a criação do Estado da Palestina!
    • É urgente pôr cobro à impunidade de Israel, aos seus crimes, às suas reiteradas violações do Direito Internacional!
    Há décadas que o povo palestiniano aguarda a prometida criação dum Estado da Palestina.