Outras Notícias

Concentração | Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz! | Lisboa

concentracao lisboa paz

Da concentração «Parar a Guerra! Dar uma oportunidade à Paz», realizada ao final da tarde de dia 16 no Largo Camões, em Lisboa, saiu um apelo pungente: «É urgente pôr fim à guerra e abrir caminho para a negociação."
Esta afirmação, assumida nas intervenções de João Coelho, da CGTP-IN, e Ilda Figueiredo, do Conselho Português para a Paz e Cooperação, estava expressa no Apelo que convocou as iniciativas que por estes dias têm lugar em vários pontos do País.
A guerra e as sanções causam sofrimento aos povos e só servem os poderosos: os grupos económicos do armamento, da energia, dos combustíveis, da alimentação.
É preciso pôr-lhes fim e insistir na diplomacia e na negociação - envolvendo EUA, UE e NATO e os outros intervenientes no conflito, desde logo a Federação Russa - não apenas para pôr fim à guerra que há quase nove anos se trava na Ucrânia, que nunca deveria ter começado, mas para concretizar avanços ao nível do desanuviamento das relações internacionais e do desarmamento. Só assim a paz será justa e duradoura.
As guerras e conflitos que se travam na Palestina, no Iémen, na Síria e no Sara Ocidental não foram esquecidos.
Apresentada por Marta Parente, da Ecolojovem/Os Verdes, e com um belíssimo momento musical ao início, com Sofia Lisboa na voz e Tiago Santos na guitarra, a ação foi promovida pelo CPPC e por várias outras organizações de diversas áreas de intervenção.

Concentração | Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz! | Setúbal

concentracao setubal paz

Sob o apelo "Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz!", realizou-se, também em Setúbal, no dia 16 de fevereiro, uma concentração em defesa da Paz.
João Miranda fez uma saudação inicial, apresentando Rui Garcia, que interveio em nome do Conselho Português para a Paz e Cooperação.
Exigiu-se o fim de todas as guerras, o respeito pelo direito internacional e o cumprimento da Constituição da República Portuguesa.
Afirmou-se de forma animada e bem alto, como sempre, "Paz Sim! Guerra Não!"

Comemorar a libertação do campo de concentração de Auschwitz

comemoracao libertacao campo concentracao auschwitz

O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) assinala o dia 27 de janeiro de 1945, data da libertação do campo de concentração de Auschwitz pelo exército soviético, recordando e prestando homenagem a todos aqueles que sofreram às mãos do nazi-fascismo durante a Segunda Guerra Mundial.
Assinalar esta data é não deixar esquecer todos aqueles – muitos milhões – que, pelas suas convicções políticas ou religiosas, pela sua etnia ou orientação sexual, foram brutalmente perseguidos, torturados e assassinados pela barbárie nazi-fascista, nomeadamente nos seus campos de concentração e extermínio – 60 anos depois da libertação de Auschwitz, em 2005, a Organização das Nações Unidas definiu esta data como o Dia Internacional da Memória das Vítimas do Holocausto.
Assinalar esta data é relembrar todos aqueles – muitos milhões – que, corajosa e heroicamente, resistiram até à vitória sobre o nazi-fascismo, libertando a Humanidade.
Ler mais...

Concentração | Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz! | Évora

concentracao evora paz

Sob o apelo "Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz!", realizou-se em Évora, no dia 16 de fevereiro, uma concentração em defesa da Paz.
A apresentação ficou a cargo de Miguel Aleixo e Bernardo Grilo interveio em nome do Conselho Português para a Paz e Cooperação.
O objetivo desta ação foi unir vozes para parar a confrontação e a guerra e pôr fim à escalada armamentista e às sanções.
Reafirmou-se a necessidade do respeito pelo direito internacional, do diálogo e da resolução política e pacífica dos conflitos, na Europa e no Mundo.
Afirmou-se bem alto, como sempre "Paz Sim! Guerra Não!"