Outras Notícias

  • CPPC expressa condolências pelo falecimento de Roland Weyl 30-04-2021

      O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta profundamente o falecimento de Roland Weyl, no passado dia 20 de abril. Advogado, anti-fascista,...

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

almoco da paz seixal 2019 1 20190524 1161677804

O núcleo do Seixal do CPPC realizou no passado sábado, 11 de Maio, no Clube Cultural e Recreativo da Cruz de Pau, um Almoço da Paz, tendo participado cerca de 50 pessoas.

Durante o evento o membro da direção nacional, Armando Farias, deu testemunho da imensa atividade que o CPPC tem desenvolvido contra o militarismo e a guerra, enumerando os diversos conflitos que tiveram lugar na história recente. Porque é importante não esquecer o passado para melhor compreender o presente, o dirigente do CPPC lembrou períodos trágicos nos últimos 100 anos, como as 1ª e 2ª guerras mundiais, ou a agressão criminosa da NATO contra a Sérvia com o declarado objetivo de desmembrar a República Federal da Jugoslávia.

 

Referindo-se à atual situação na Síria, Líbia, Venezuela, Palestina e Sara Ocidental, como exemplos das inúmeras guerras de agressão e ocupações militar de países soberanos no Médio Oriente, na Ásia Central e Oriental, em África, na América Latina e outras partes dos mundo, apelou à participação e mobilização de todos amantes da paz para derrotar o projeto imperialista de domínio do mundo, que tem com principais protagonistas os EUA e seus aliados na NATO e como causa o desejo insaciável em se apossar das riquezas do mundo.

Foi ainda apresentado um vídeo sobre a situação na Palestina, comentado por Joaquim Santos, Presidente da Câmara Municipal do Seixal e por Zulmira Ramos, da direção do CPPC que participaram, a convite do senhor Embaixador da Palestina em Portugal, numa viagem àquele País, integrando uma delegação do Movimento das Autarquias pela Paz.
Os testemunhos que transmitiram desta experiência, reforçaram a vontade de todos os presentes no almoço em serem mensageiros na denúncia das atrocidades cometidas por Israel sobre o povo palestino e continuarem ativamente solidários com a luta pelo reconhecimento do seu Estado independente e soberano.
Pela voz de Lara Cardoso, membro da Presidência do CPPC, foram referidas diversas atividades que o núcleo do CPPC do Seixal tem desenvolvido, nomeadamente a recolha de assinaturas para a petição contra as armas nucleares, ações de solidariedade e de educação para a paz em parceria com a comunidade escolar e em estreita ligação com a autarquia do Seixal.

No final, foi assumido o compromisso de realizar anualmente o almoço da paz, entre outras atividades que vão ocorrer no concelho do Seixal, em defesa da justiça, da liberdade, da democracia e da Paz, contra o militarismo, de acordo com os valores de Abril da Revolução dos Cravos que este ano comemora 45 anos.