Outras Notícias

paz no mundo

  • Paz no Mundo! Palestina Livre! Não à Guerra! - Coimbra 8 Maio

    441963630_713103514367760_5547439804700033561_n.jpg

    Centenas de pessoas manifestaram-se ontem, dia 8 de maio, entre a Ponte de Santa Clara e a Praça 8 de Maio, pela Paz no Mundo, por uma Palestina Livre e por um rotundo Não à Guerra.
    A manifestação foi convocada pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), pelo Movimento Pelos Direitos do Povo Palestino e Pela Paz no Médio Oriente (MPPM), pela União dos Sindicatos de Coimbra/CGTP-IN e pelo Projecto Ruído - Associação Juvenil.
    Condenou-se o genocídio que prossegue na Faixa de Gaza e reafirmou-se a urgência de um cessar-fogo imediato e a solidariedade com o povo palestino!
    Pelo direito a viver em Paz!
  • Paz no Mundo! Palestina Livre! Nao à guerra! - Porto - 10 Maio

    441866632_713991510945627_2665465564471047513_n.jpg

    Paz no Mundo! Palestina Livre! Nao à guerra!
    Muitas centenas de pessoas desfilaram hoje, no Porto, exigindo a Paz, um cessar-fogo imediato e permanente e a Palestina Livre.
    Pela Paz no Mundo e pelo Fim ao Genocídio!
    Paz Sim! Guerra Não!

  • Paz no Mundo! Palestina Livre! Não à Guerra! - Torres Novas - 11 Maio

    442436200_714941107517334_3203385195579021813_n.jpg

    Numa concentração no Jardim das Rosas, exigiu-se o fim do genocídio e um cessar-fogo imediato e permanente na Faixa de Gaza. Condenou-se a corrida aos armamentos e apelou-se ao prosseguimento da luta pela Paz no Mundo.
    Nesta concentração, os participantes afixaram bandeiras pela Paz no Mundo e na Palestina, e, para além das intervenções em representaçao das organizações promotoras, houve ainda um testemunho da familiar de um cidadão palestiniano.
    Paz Sim! Guerra Não!
  • Paz no Mundo! Palestina Livre! Não à guerra! Lisboa - 11 Maio

    441911190_714558500888928_6517061729869850300_n.jpg

    Milhares de pessoas participaram, na tarde de sábado, na manifestação "Paz no mundo, Palestina independente, Não à guerra".
    Promovida por CPPC, CGTP-IN, MPPM e Projeto Ruído - Associação Juvenil, a manifestação exigiu um cessar-fogo imediato e permanente na Faixa de Gaza, o fim da ocupação da Palestina e o respeito pelos princípios da Carta das Nações Unidas e da Constituição da República Portuguesa, entre os quais se incluem o desarmamento e a dissolução dos blocos político-militares.