Outras Notícias

Setúbal

  • 70 anos da Vitória sobre o nazi-fascismo - Setúbal

    Mais de cem de participantes deram corpo ao Cordão Humano que no passado sábado, 9 de Maio, em Setúbal, partiu do Monumento aos Mortos da 1ª Guerra Mundial e percorreu a Baixa de Setúbal até ao Largo da Misericórdia, evocando os 70 anos da derrota do nazi-fascismo. Naquela data de 1945, forças nazis capitularam em Berlim, frente ao Exército Vermelho.

    A iniciativa foi promovida pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), União dos Sindicatos de Setúbal (USS), Movimento Democráticos de Mulheres (MDM), Comissão de Trabalhadores da Lisnave (ex-Setenave), União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP), Sociedade Musical Capricho Setubalense e a sua Banda - que em 1985 promoveram idêntica acção -, a que se juntaram a Câmara Municipal de Setúbal e o Teatro do Elefante.

    Na parte da tarde decorreu, na Capricho Setubalense, uma conferência que foi precedida pela actuação da Banda dessa colectividade.

  • Convite | Apresentação do livro "II Encontro pela Paz"

    convite livro 2encontro paz

    No próximo dia 22 de outubro, às 15h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Setúbal, será apresentado o livro "II Encontro pela Paz".
    A sessão contará com a participação do Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Dr. André Martins, e a Presidente da Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação - CPPC - Ilda Figueiredo.
    Convidamos todos os nossos aderentes e amigos a participar!
  • Semana Cultural da Venezuela - Setúbal 17 de Outubro 2016

    Iniciou-se em Setúbal, na passada segunda-feira, na antiga Escola Conde Ferreira, a semana cultural da Venezuela promovida pela Embaixada da República Bolivariana da Venezuela e pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), com apoio da União das Freguesias de Setúbal. A primeira actividade consistiu na inauguração da Exposição "Reverón Luz de Venezuela", que ficará patente ao público até sexta-feira, 21 de Outubro.

    Esta exposição consiste em catorze as obras de pintura de Armando Reverón evocativas dos 125 anos do seu nascimento e da sua militância, entre 1912 e 1920, no famoso agrupamento "Círculo de Bellas Artes", em oposição à "Academia de Artes e seus dogmas", segundo a expressão de Juan Calzadilla.

    Perante dirigentes do Conselho Português para a Paz e Cooperação, representantes da Associação de Amizade Portugal-Cuba (AAPC), da Delegação da União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP), Fernando Casaca, encenador do Teatro do Elefante e um colectivo de marinheiros do petroleiro Luisa Cáceres de Arismendi, em reparação na Lisnave, entre outros, tomaram a palavra o Embaixador da Venezuela, General Lucas Rincón Romero e Rui Canas, Presidente da União de Freguesias de Setúbal.

    A semana cultural continua na 4ª feira pelas 18h com a conferência "Venezuela e a Revolução Bolivariana" e encerra na sexta, pelas 18h00, com a exibição do filme "Mirada al Mar".

  • Apelo | Parar a guerra! Dar uma oportunidade à Paz

    concentracao porto paz

    O Apelo "Parar a guerra! Dar uma oportunidade à Paz", lançado pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), visando a realização de concentrações em defesa da Paz, foi apoiado por diversas organizações, tendo sido realizadas, pelo país, seis iniciativas públicas.
    Iniciou-se em Viseu, no dia 11 de fevereiro, e terminou no Porto no passado dia 18 de fevereiro, depois de, no dia 16, se terem realizado concentrações em Lisboa, Évora e Setúbal e, dia 17, uma concentração em Corroios e um cordão humano em Coimbra.
    Em diversos locais, muitas centenas de pessoas apoiaram a urgência de pôr fim à guerra e abrir caminho para a negociação.
    Por todo o lado se afirmou que a guerra e as sanções causam sofrimento aos povos e só servem os poderosos: os grupos económicos do armamento, da energia, dos combustíveis e da alimentação.
  • Caminhada pela Paz em Setúbal | 5 de Janeiro

    No próximo dia 5 de Janeiro irá realizar-se, em Setúbal (polo da anunciada), uma caminhada pela Paz, organizada pela União de Freguesias de Setúbal, pelo Centro Comunitário da União de Freguesias de Setúbal e pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação.
    A caminhada, com início às 10h30, será antecedida por uma conversa sobre a Paz, que terá lugar às 9h30. Às 11h00 decorrerá uma aula aberta de capoeira.
    Convidamos todos a participar

  • Compromisso e convergência no Encontro pela Paz

    compromisso e convergencia no encontro pela paz 1 20210712 1547974813

    O Fórum Luísa Todi, em Setúbal, acolheu no dia 5 de Junho o Encontro pela Paz, expressão de uma ampla convergência de vários sectores em defesa dos princípios inscritos na Carta das Nações Unidas e no artigo 7.º da Constituição da República Portuguesa, expressos no Apelo à Defesa da Paz, aprovado no final dos trabalhos. O Apelo, publicado na íntegra nas páginas seguintes, constituiu ainda um sólido compromisso de ação em torno desses princípios.
    Na sessão de abertura do Encontro, perante quase três centenas de participantes, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou que a paz só será possível quando pudermos olhar o outro olhos nos olhos, «à mesma altura». Os municípios têm, nesta matéria, importantes responsabilidades, sublinhou a autarca, comprometendo-se em prosseguir a aposta num urbanismo inclusivo, numa oferta cultural e desportiva de qualidade, na inserção plena de pessoas com origens e culturas – enfim, na construção de uma «cidade para as pessoas».
    Por seu lado, a presidente da direção do CPPC, Ilda Figueiredo, salientou a oportunidade de realizar o Encontro pela Paz, num momento em que se intensificam agressões e bloqueios e ressurgem com renovada expressão forças racistas, xenófobas e fascizantes. Ilda Figueiredo sublinhou a necessidade de continuar a reforçar o movimento da paz, valorizando o importante contributo dado pelo Encontro para este objetivo, desde a sua preparação até à sua realização.
  • Concentração | Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz! | Setúbal

    concentracao setubal paz

    Sob o apelo "Parar a Guerra! Dar uma Oportunidade à Paz!", realizou-se, também em Setúbal, no dia 16 de fevereiro, uma concentração em defesa da Paz.
    João Miranda fez uma saudação inicial, apresentando Rui Garcia, que interveio em nome do Conselho Português para a Paz e Cooperação.
    Exigiu-se o fim de todas as guerras, o respeito pelo direito internacional e o cumprimento da Constituição da República Portuguesa.
    Afirmou-se de forma animada e bem alto, como sempre, "Paz Sim! Guerra Não!"
  • Concerto pela Paz em Setúbal! 3 de Junho

    No próximo dia 3 de Junho realiza-se mais um Concerto pela Paz!
    Desta vez terá lugar em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi, pelas 21h00 e contará com as intervenções culturais do Conservatório Regional de Setúbal e da Academia de Dança Contemporânea de Setúbal.
    Participa!

  • Construir a Paz com os valores de Abril - Freguesia do Sado

     
    O repúdio de todos os amantes da paz no Mundo pela presença de organizações ultra-nacionalistas de inspiração fascista e nazi no governo de Kiev, foi pedra de toque na sessão que no passado domingo, 11 de Maio, no Moinho de Maré da Mourisca, no Faralhão, o CPPC e a Junta de Freguesia do Sado realizaram conjuntamente, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal. Ele é parte integrante da mensagem de Socorro Gomes, Presidente do Conselho Mundial da Paz, emitida logo após os massacres na Casa dos Sindicatos de Odessa, a 2 de Maio, inseridos no plano de desestabilizar a Ucrânia e nele instalar um regime fantoche que aceite alargar a NATO até às fronteiras da Rússia.
  • Conversa "O Desporto e a Paz"

  • Conversa e caminhada pela Paz em Setúbal

    conversa paz setubal

    Realizou-se, no dia 5 de Janeiro, uma conversa e caminhada pela Paz em Setúbal, organizada em conjunto pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, pela União de Freguesias de Setúbal e pelo Centro Comunitário da União de Freguesias de Setúbal.
    A iniciativa teve início com uma Conversa no Centro Comunitário da União de Freguesias de Setúbal, onde o CPPC esteve representado pela dirigente Julie Neves. Conversou-se sobre o contexto do aparecimento dos movimentos e organizações de Paz pelo mundo, e nomeadamente em Portugal, sobre a situação atual a nível internacional e nacional e sobre o trabalho desenvolvido pelo CPPC na defesa dos valores da paz, da solidariedade e do desarmamento.
    Os participantes expressaram preocupação relativamente à situação internacional, aos conflitos que existem por todo o mundo e foi referida a importância deste tipo de sessões para o esclarecimento e envolvimento de cada vez mais pessoas em iniciativas de defesa da Paz.
    Entre alusões às comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, ao impacto que as guerras coloniais tiveram no país, ao artigo 7º na Constituição da República Portuguesa e também ao II Encontro pela Paz (realizado em Setúbal em 2021), foi reiterado o compromisso do CPPC continuar a participar e desenvolver ações no concelho de Setúbal, como será o caso do Concerto pela Paz, que se realizará no próximo dia 3 de Junho, nessa cidade.
    À interessada e participada conversa, seguiu-se a Caminhada pela Paz que culminou com uma aula de Capoeira.
  • CPPC fala sobre 25 de ABRIL em escolas de Setúbal

    cppc fala sobre 25 abril em escolas de setubal 1 20190518 1165832279

    A convite de escolas de Setúbal, o Conselho Português para a Paz e Cooperação participou, através da dirigente Zulmira Ramos, em palestras, muito participadas, sobre o “25 de Abril e a Paz”: na Escola Lima de Freitas, no dia 26 abril, e na Escola Sebastião da Gama, no dia 30 de abril.

    Nas palestras, Zulmira Ramos referiu-se à situação de Portugal antes do 25 Abril que se caracterizava, por exemplo, pela existência de miséria, trabalho infantil, ausência de direitos das mulheres, repressão, guerra colonial, analfabetismo, ensino reservado para uns poucos, dando conta também das lutas diversas do povo português e dos povos das ex-colónias contra o fascismo e contra o colonialismo, o que culminaria com a acção do Movimento das Forças Armadas (MFA), que, em conjunto com o povo, pôs fim ao fascismo, permitiu acabar com a guerra colonial, realizar eleições democráticas, melhorar as condições de vida, viver em liberdade e em paz.

  • Debate em Setúbal "A situação Internacional e a Luta pela Paz"

    No âmbito das comemoraçoes do Dia Internacional da Paz o Conselho Português para a Paz e Cooperação realizou, no dia 22 de Setembro, na Biblioteca Publica Municipal de Setúbal, a sessão “Situação Internacional e a Luta pela Paz.

    Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção do CPPC dirigiu a sessão que contou com a presença de dezenas de pessoas, onde se destaca a presença da Exma. Srª. Presidente da Câmara Maria das Dores Meira, em representação da Câmara Municipal de Setúbal, através de quem foi agradecido o apoio dado pelo município à iniciativa em concreto e ao CPPC no caminho partilhado de luta pela paz.

    Foram abordados vários temas como a indústria do armamento e o papel central dos EUA nesse mercado, a questão Palestina com destaque para os ataques recentes à Faixa de Gaza e a questão da Cimeira da Nato, realizada ainda este mês no Reino Unido onde, por exemplo, os países membro acordaram aumentar as suas despesas militares.

  • Em preparação para as ações de solidariedade com o povo palestinoano, amanhã na Península de Setúbal!

    401744381_614853684192744_388914164295581608_n.jpg

    ALMADA - Concentração e Tribuna Pública na Rua do Ginjal, às 17h30
    BAIXA DA BANHEIRA - Concentração na Estação de Comboios (Alameda do Povo), às 18h00
    MONTIJO - Vigília e Pintura de Mural junto à Praça de Touros, às 18h00
    SETÚBAL - Concentração na Praça do Bocage às 18h00
  • Encontro pela Paz

    encontro pela paz 1 20200619 1492053694

     

    Recentemente, realizou-se no salão nobre da Câmara Municipal de Setúbal uma conferência de imprensa que divulgou a nova data do próximo Encontro pela Paz - 5 de junho de 2021.

    O adiamento deveu-se à crise sanitária provocada pelo coronavírus. Mas mantém-se tudo o que estava previsto para o passado dia 30 de maio.

    O Encontro pela Paz será em Setúbal, em 5 de junho de 2021, promovido por 12 organizações, incluindo o Conselho Português para a Paz e Cooperação, as Câmaras Municipais de Setúbal e de Loures, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional, a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, a Federação Nacional dos Professores, a Juventude Operária Católica, o Movimento Democrático de Mulheres, o Movimento dos Municípios pela Paz, o Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e a Paz no Médio Oriente, a Obra Católica Portuguesa de Migrações e a União de Resistentes Anti-Fascistas Portugueses.

    O cartaz e o panfleto foram também já divulgados e vai iniciar-se a sua distribuição.

    Mantém-se o lema "Pela paz , todos não somos demais" e os temas centrais - Paz e Desarmamento, Cultura e Educação para a Paz e Solidariedade e Cooperação.

    Certos de que a causa da Paz sairá mais enriquecida e reforçada em resultado da reflexão e do amplo contributo de todos, apelamos à sua divulgação e ao empenhamento nas diversas iniciativas que, entretanto, se irão realizar por todo o país.

    Eis o vídeo que resume a conferência de imprensa que divulgou a nova data do Encontro pela Paz - 5 de junho de 2021.

    https://youtu.be/Op0nQwhVi4I

  • Encontro pela Paz aprova "Apelo à defesa da paz"

    encontro pela paz 2021 1 20210615 2017184212

    O Encontro pela Paz, realizado no dia 5 de junho no Fórum Luísa Todi, em Setúbal, constituiu um importante momento de afirmação dos valores da paz, do desarmamento, da solidariedade e da cooperação. O debate desenvolveu-se em três temas: Paz e Desarmamento, Cultura e Educação para a Paz, Solidariedade e Cooperação. A abertura ficou a cargo de Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, e Ilda Figueiredo, presidente da direcção do CPPC, em nome das organizações e entidades promotoras.
    Depois do Encontro, centenas de pessoas percorreram as ruas de Setúbal num desfile que culminou junto ao Monumentos aos Resistentes Antifascistas. O apelo aprovado no Encontro, apresentado pelas 12 organizações promotoras e lido no final do desfile, constitui uma plataforma de unidade para levar mais longe a ação pela paz.
  • O Desporto e a Paz

    Realizou-se na Bibiloteca Municipal de Setúbal, uma conversa sobre "O desporto e a paz" , a propósito de Setúbal ser a " Capital Europeia do Desporto 2016".

    A iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Setúbal e do Conselho Português para a paz e Cooperação (CPPC), contou com a participação do vereador Pedro Pina, de Ilda Figueiredo e João Gordo Martins, da direcção do CPPC e do prof. João Lopes, especialista em desporto.

    No debate assinalou-se, de forma participada, a importância do desporto ao serviço do desenvolvimento e da paz, o que, como foi salientado, foi reconhecido pela própria ONU que, em 2013, criou o Dia Internacional do Desporto ao Serviço do Desenvolvimento e da PAZ, escolhendo o dia 6 de Abril, dia que se iniciou a primeira edição dos Jogos Olímpicos da era moderna no ano de 1896.

    Na conversa, vários presentes sublinharam a importância de escolas, autarquias e associações desportivas darem particular atenção a esta perspectiva do desporto ao serviço do desenvolvimento e da paz, integrando-a numa visão mais global de educação e cultura para a paz e pela paz, o que também será apresentado na iniciativa "Municípios pela Paz", que se irá realizar na Câmara Municipal do Seixal, no próximo dia 29 de outubro, a partir das 14,30, e para a qual estão a ser convidados todos os municípios do país.

  • Parar a guerra! Dar uma Oportunidade à Paz! - CONCENTRAÇÃO EM SETÚBAL

    cartaz setubal parar a guerra

    No próximo dia 16 de Fevereiro, vai realizar-se uma Concentração em defesa da Paz, em Setúbal, no Largo da Misericórdia.
    Conhece o apelo aqui: shorturl.at/mrENY
    Convidamos todos os amantes da Paz a participar! ?
  • Pela Paz no Médio Oriente - Setúbal

    402027492_615901834087929_2053840482858522149_n.jpg

    No dia 15 de novembro, em Setúbal, saiu-se à rua para denunciar as terríveis e continuadas agressões de Israel ao povo palestiniano, sobretudo na faixa de Gaza, e exigir o cessar fogo imediato.
    Esta iniciativa foi uma das quatro ações que, em uníssono, mobilizaram quatro cidades da Península de Setúbal - Montijo, Almada, Baixa da Banheira e Setúbal, a capital de distrito.
    Promovida pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, pela Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional e pelo Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente, a concentração contou com intervenções de representantes de cada uma das organizações, respetivamente, Carina Ferrão, Luís Leitão e José Oliveira, que se referiram ao cenário dramático que se vive especialmente na Faixa de Gaz, cujo número de mortos e feridos aumenta consistentemente.  Foi denunciado o claro desrespeito de Israel ao direito internacional e exigiu-se, do governo português uma clara e coerente posição de rejeição da escalada de guerra e a sua atuação em prol de uma solução política para o conflito, nomeadamente exigindo o cumprimento das diversas resoluções das Nações Unidas, até agora ignoradas pelo estado de Israel.
    Hoje, dia 16 de novembro, voltamos a sair à rua, em Coimbra e em Beja, exigindo o respeito pelos direitos do povo palestiniano!
    Paz sim, guerra não!
    Palestina vencerá!
  • Programa do Encontro pela Paz

    programa do encontro pela paz 1 20210615 1799279018