Outras Notícias

cartaz solidariedade com o povo palestino fim a ocupacao e aos crimes de israel 1 20211124 1537428391

A 29 de Novembro assinala-se o Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino.
Há 74 anos, as Nações Unidas prometeram criar um Estado da Palestina, em território da Palestina. Essa promessa nunca foi cumprida. Há décadas que o povo da Palestina vive a brutal ocupação israelita. É tempo de fazer justiça!
Todos os dias Israel viola o Direito Internacional e as resoluções da ONU:
• É a ilegal ocupação e a limpeza étnica que desde sempre a acompanha.
• São os bombardeamentos de Israel sobre a população de Gaza e sobre os países vizinhos.
• São os ilegais colonatos que Israel não pára de construir nos territórios ocupados em 1967, anexando cada vez mais território palestino.
• São as inaceitáveis expulsões de palestinos das suas casas em Jerusalém e outras cidades.
• É a protecção e a cumplicidade do exército israelita com a acção dos bandos armados de colonos que semeiam o terror entre a população palestina.
• É o ilegal Muro do Apartheid que Israel constrói na Margem Ocidental ocupada.
• É o brutal e mortífero cerco que há 15 anos torna a Faixa de Gaza, onde vivem mais de 2 milhões de pessoas, numa gigantesca prisão a céu aberto.
• São os milhares de presos políticos palestinos, incluindo mulheres e crianças, encarcerados nas prisões de Israel, muitos deles sem acusação, sem contacto com a família e sem assistência de um advogado, e submetidos a torturas e violências.
• São as humilhações e a brutalidade diárias nas centenas de controles do exército israelita espalhados pelos territórios ocupados em 1967.
• É a sistemática violação dos direitos dos trabalhadores palestinos.
• É a segregação e são as múltiplas discriminações a que a lei do Estado de Israel submete os cidadãos palestinos.
Dezenas de resoluções da ONU dão razão ao povo palestino. Mas Israel desrespeita, com total impunidade, o Direito Internacional e os direitos do povo da Palestina. Os crimes de Israel são uma ameaça para a Paz no Médio Oriente e no mundo.
É tempo de exigir ao Governo português, a todos os governos, que cumpram o que proclamam e prometem. É tempo de pôr fim à conivência. O Governo português tem a obrigação de reconhecer o Estado da Palestina e condenar os crimes de Israel!
Vamos mostrar que o povo português é solidário com a luta pelos direitos inalienáveis do povo palestino. Vamos juntarmo-nos no dia 29 de Novembro, pelas 18 horas, no Largo Camões, em Lisboa e às 17h00, na Praceta da Palestina, no Porto.
Basta de ocupação! Basta de crimes! Basta de impunidade!
A Palestina vencerá!
Primeiras Organizações Promotoras:
CGTP-IN – CPPC - MPPM