Outras Notícias

100 anos da I Guerra Mundial e a Luta pela Paz

  • No âmbito do protocolo entre o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, a presidente da direcção nacional do CPPC, Ilda Figueiredo, participou num animado debate, na biblioteca da Escola Sophia de Mello Breyner, em Arcozelo- Vila Nova de Gaia, sobre a importância da luta pela Paz, com a participação de várias turmas de alunos e alguns professores.

    Entretanto, no átrio da Escola, encontra-se a exposição "100 anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz" que tem sido visitada por alunos e professores.

  • No Porto, na sede da antiga Junta de Freguesia de Massarelos foi ontem inaugurada a exposição do CPPC sobre " 100 anos da Grande Guerra e a luta pela Paz" com uma apresentação de Ilda Figueiredo, presidente da Direcção do CPPC.

    Seguiu-se uma palestra pelo escritor Viale Moutinho que deu particular atenção às consequências da Primeira Guerra Mundial, referindo-se à guerra civil de Espanha e ao advento da Segunda Guerra Mundial.
    A luta dos povos contra a guerra e necessidade de desenvolver uma cultura de Paz estiveram presentes nas várias intervenções. A iniciativa teve o apoio da Junta de Freguesia e do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de lordelo do Ouro.

     

     

  • No passado dia 10, o CPPC, representado pela presidente da direcção nacional, Ilda Figueiredo, participou em conjunto com a presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma, num debate realizado na Escola Secundária de Silves, tendo ainda visitado a Quinta Pedagógica em conjunto com a Presidente da Câmara e vereadores, tendo-se programado novas actividades conjuntas. Entretanto, foi inaugurada a exposição do CPPC "100 anos da Grande Guerra e a luta pela PAZ" no átrio do edifício da Câmara Municipal de Silves, onde pode ser visitada.

     

     

  • Foi recentemente assinado um Protocolo entre o CPPC e o Município de Constância, em que participaram a Presidente da Câmara Municipal de Constância e a Presidente da Direcção do CPPC.

    Esta assinatura resulta da colaboração do Município de Constância com o CPPC em torno do projecto “100 anos da I Guerra Mundial e a luta pela Paz” tendo em conta a ligação deste município à constituição do Contingente Expedicionário Português, que participou na I Guerra Mundial, e o seu interesse na defesa da Paz e em projectos de Educação para a Paz.

    Com este Protocolo define-se o quadro de cooperação entre o Município de Constância e o Conselho Português para a Paz e Cooperação no desenvolvimento da sua actividade ligada a este projecto, à defesa e promoção da Paz e à educação para a Paz. Mas neste projecto entram outros municípios, como Loures e Vila Nova da Barquinha, com os quais também está prevista a assinatura de protocolos idênticos.

    Estão previstas, designadamente, a elaboração de painéis e outros materiais para uma exposição sobre o tema acima referido, a participação em conferências e debates, outras acções e iniciativas na defesa da Paz e da Cooperação entre os povos e a promoção de acções de “Educação para a Paz” em colaboração com escolas.

  • in Correio da Manhã, 24 de Julho de 2014

     

    Os 100 anos da Primeira Guerra Mundial, na qual combateram centenas de militares do concelho de Loures, vão ser assinalados no município através de exposições, conferências e debates sobre a importância da paz. As iniciativas vão ser realizadas no âmbito de um protocolo que a Câmara de Loures vai assinar na sexta-feira com o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC). Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (CDU), justificou a pertinência deste protocolo com o facto de várias centenas de pessoas do concelho terem combatido na Primeira Guerra Mundial.

     

    Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/camara-de-loures-assinala-100-anos-da-primeira-guerra-com-iniciativas-sobre-a-paz


  • O Auditório Conde Ferreira, em Sesimbra, recebeu no sábado, 8, uma sessão pública do CPPC e da Câmara Municipal na qual se evocou o movimento dos municípios Zonas Livres de Armas Nucleares (ZLAN), e se inaugurou a exposição «100 anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz». Participaram, pelo CPPC, o vice-presidente Rui Namorado Rosa – que recordou a história da luta, no Mundo e no País, contra as Armas Nucleares – e Gustavo Carneiro, da Direcção Nacional, a quem coube apresentar a exposição e abordar as questões nela tratadas. Da parte do município, estiveram presentes os presidentes da Câmara Municipal, Augusto Pólvora, e da Assembleia Municipal, Odete Graça.

  • Amanhã, dia 11 de Fevereiro, a Biblioteca da Escola Secundária de Vila Real de Santo António inaugura a exposição evocativa “100 Anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz”.

    A inauguração conta ainda com a realização de um debate onde participa Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção Nacional do Conselho Português para a paz e Cooperação.

  • A Biblioteca Municipal do Seixal acolhe até o próximo dia 2 de Fevereiro a exposição "100 anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz".
    A exposição foi elaborada pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, em colaboração com os municípios de Constância, Loures e Vila Nova da Barquinha.

     

  • Inserido no projecto “Paz e Direitos Humanos: um mundo melhor é possível”, está patente entre os dias 3 e 23 de fevereiro, na Escola Secundária Manuel Cargaleiro no Seixal, a exposição evocativa dos ”100 Anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz” da autoria do CPPC.

     

  • A exposição “100 anos da I Guerra Mundial e a luta pela Paz”, desenvolvida pelo CPPC em cooperação com os municípios de Constância, Vila nova da Barquinha e Loures, estará a partir de 28 de janeiro, pelas 15 horas, na Galeria de Santo António em Vila Nova da Barquinha.

    A exposição que fica patente até 20 de março funcionará com entradas gratuitas no horário de terça a sexta-feira das 11h às 13 e das 15h às 19 horas. Aos sábados funcionará entre as 15h e s 20 horas, encerrando aos domingos e segundas-feiras.

  • A exposição “100 Anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz”, foi ontem inaugurada na Galeria de Santo António em Vila Nova da Barquinha.

    A cerimónia contou com a presença de Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação, de Júlia Amorim, Presidente da Câmara Municipal de Constância, de Fernando Freire, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, entre dezenas de outros convidados.

    A exposição permanecerá patente ao público até ao dia 20 de Março, estando programada a visita de alunos de várias escolas.

     

  • No dia 7 de Março, na inauguração da exposição " 100 da Grande Guerra e a luta pela Paz", do CPPC, na Escola Secundária Alexandre Herculano, no Porto, com o director da escola Dr. Manuel José Lima, a vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, Dra Guilhermina Rego, e a presidente da Direcção Nacional do CPPC, Ilda Figueiredo. Seguiu-se um animado debate com cerca de 100 alunos e diversos professores.

  • Sexta-feira, 10 de Outubro pelas 14h em Loures!
    (Edifício 4 de Outubro, na Rua da República nº 70 (EN 8)

    Inauguração da exposição "100 anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz", produzida pelo CPPC com o apoio dos munícipios de Constância, Loures e Vila Nova da Barquinha.

     

  • Na passada Sexta-feira foi inaugurada, em Loures, a exposição "100 Anos da Grande Guerra e a Luta Pela Paz", produzida pelo CPPC com o apoio dos munícipios de Constância, Loures e Vila Nova da Barquinha.

    A iniciativa contou com a presença dos presidentes das Câmaras Municipais de Loures e de Constância.

    A exposição permanecerá aberta ao público no Edifício 4 de Outubro em Loures.

  • Foi apresentada em Montalvo a exposição “100 Anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz” produzida pelo CPPC com o apoio dos municípios de Constância, Vila Nova da Barquinha e Loures, contou com a presença e intervenção na sessão de abertura, dos respectivos Presidentes de Câmara e da Presidente da Direcção do Conselho Português para a Paz e Cooperação.

    O evento contou ainda com um colóquio sobre “A participação Portuguesa na 1ª Guerra Mundial”, tendo como oradores Joana Pereira (CPPC), Isabel Pestana Marques, Anabela Cardoso e Susana Silva.

    No mesmo espaço encontrava-se também a exposição Memórias da I Guerra Mundial no Concelho de Constância, tendo sido exibido um documentário com o mesmo nome.