Outras Notícias

Concerto pela Paz

  • Concerto pela Paz - Porto 2018

    Um grande concerto pela paz na cidade do Porto

    Promovido pelo CPPC realizou-se neste Domingo, dia 18, no histórico e lindíssimo Teatro Rivoli da cidade do Porto, mais uma sessão cultural pela Paz. Numa sala totalmente lotada pelas centenas de pessoas que afluíram ao belíssimo concerto de artistas e músicos portuenses, não podemos deixar de enaltecer o espírito presente em todos os que participaram neste evento, de alegria, confiança e apego aos valores da paz e da solidariedade com todos os povos do mundo.

  • Concerto pela Paz - Vila Nova de Gaia

    Concerto pela Paz, promovido pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, em Gaia, com apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Associação de Colectividades de Gaia, no dia 18 de Março, em que participaram: Academia de Música de Vilar do Paraíso, Associação Cultural e Musical de Avintes, Conservatório Superior de Música de Vila Nova de Gaia, Escola de Música de Perosinho, Ginasiano Escola de Dança, Ilha Mágica, Orfeão da Madalena e o pianista Sérgio Garcia. Apresentou a actriz Olga Dias.

  • Artistas do Concerto pela paz no Porto a 18 de Fevereiro (Rivoli) - Bando dos Gambozinos

    Bando dos Gambozinos, Associação Cultural para a Educação pela Arte, que vai trazer temas que permitem a todo o grupo pensar a Paz num sentido muito amplo. Não apenas na sua dimensão bélica, mas também do sentir a paz e do sentirmo-nos em paz. Cantam a paz de resistir, a paz do combate e a paz de ouvir, a paz que só a educação dos homens é capaz de trazer, a paz da liberdade, a paz da política, sem excluir a paz que se faz pela guerra à guerra. Às vozes dos pequenos junta-se o Coro d’ Inverno, agrupamento de participação livre constituído por pais, familiares, amigos e vizinhos dos Gambozinos.

  • Artistas do Concerto pela paz no Porto a 18 de Fevereiro (Rivoli) - Conservatório de Música do Porto

    A celebrar o seu centenário, o Conservatório de Música do Porto continua a pautar-se como Escola de Referência Nacional do Ensino Artístico Especializado da Música e a promover uma abertura à Comunidade e à Cidade do Porto, através de inúmeras atividades realizadas em parceria com as principais Instituições Culturais da Cidade.

  • Artistas do Concerto pela paz no Porto a 18 de Fevereiro (Rivoli) - Coral de Letras da Universidade do Porto

    O Coral de Letras da Universidade do Porto é uma reconhecida instituição cultural de grande relevo não só no Porto, como em todo o País. É um coro premiado em vários festivais internacionais. O seu reportório percorre várias épocas da música, quer a capella, quer coral sinfónica, mantendo uma especial relação de proximidade com a música de Fernando Lopes-Graça.

    Tem colaborado com várias instituições, nomeadamente com a Casa da Música. O Coral de Letras comemorou recentemente 50 anos de actividade ininterrupta, sempre dirigido pelo seu fundador, maestro José Luís Borges Coelho.

  • Artistas do Concerto pela paz no Porto a 18 de Fevereiro (Rivoli) - K2

    Da parceria entre a Kale Companhia de Dança e o Ginasiano Escola de Dança nasceu em 2015 um novo projeto especialmente desenhado para os jovens bailarinos em formação na escola. A K2 é uma companhia de “pequenos” bailarinos com criação e adaptação de reportório próprio a esta faixa etária.

    A K2 é um projeto de aproximação e preparação de jovens para o trabalho pré-profissional desenvolvendo desta forma perspetivas e competências neste caminho. Tem um funcionamento próprio onde é especialmente fomentada e estimulada a dimensão performativa e vivência profissional da dança, através do desenvolvimento de repertório orientado para a faixa etária juvenil, aproximação e preparação de jovens para o trabalho pré-profissional desenvolvendo perspetivas e competências neste caminho.

  • Artistas do Concerto pela paz no Porto a 18 de Fevereiro (Rivoli) - Miguel Araújo

    Consagrado músico, cantor, compositor e letrista português nascido em Águas Santas, na Maia, mas já com grande expressão nacional e até internacional Miguel Araújo.

    É autor (música e letra) de alguns dos maiores sucessos portugueses do início do século XXI. Todos conhecemos: Anda comigo ver os Aviões, Os maridos das Outras, Quem és tu miúda, Pica do Sete.

    Além do seu reportório a solo e da banda Os azeitonas, da qual é fundador e na qual se manteve até final de 2016, tem escrito para alguns dos mais destacados interpretes portugueses, como é o caso de António Zambujo, Ana Moura, Carminho, Raquel Tavares e Ana Bacalhau.

    Em 2012 editou o seu primeiro disco a solo “5 Dias e Meio”. Em 2014, o seu segundo disco a solo “ Crónicas da cidade grande” e em 2017, editou o seu terceiro disco “Giesta” que foi considerado o segundo melhor disco do ano pela revista espanhola “No sólo Fado”.

  • CONCERTO PELA PAZ TEATRO RIVOLI: 7 JANEIRO 2017 | 17h

  • Concerto pela Paz - 22 de Novembro no Fórum Lisboa

    Intervenção de Ilda Figueiredo:

    Estimados Companheiros e Companheiras,

    Em nome do Conselho Português para a Paz e Cooperação dirijo uma saudação calorosa a todos os que vieram até aqui, a este Concerto pela Paz.

    Sabemos que o fizeram porque são amantes da Paz e estão preocupados com as ameaças à Paz em muitas regiões do mundo.

  • Concerto pela Paz - B'rbicacho

    Ana Sousa - Viola da Gamba, flauta de bisel e voz
    Joana Guiné - Clarinete, flauta de bisel e voz
    Stela Silva - Guitarra, cavaquinho e voz

    A mais recente girls band trad!

    Unem-se numa noite fria de Dezembro, e de uma partilha quente de histórias culmina um grande B'rbicacho. B'rbicacho para aqui, B'rbicacho para acolá, e nasce a cumplicidade e a amizade que se transparece na música. Como juntar uma viola da gamba, um clarinete, uma guitarra e três vozes femininas?

    Partindo da época medieval e viajando até ao presente, passando sobretudo pela música de raiz lusófona, as B'rbicacho propõem-vos um repertório para baile, que inclui desde danças medievais, repasseados transmontanos, até chorinho brasileiro.

    www.facebook.com/brbicacho

  • Concerto pela Paz - Clave de Lua

     

    Clave de Lua

    Diz-se que a guitarra portuguesa é um instrumento solista, não no sentido de dispensar acompanhamento, mas sim no de estar vocacionado para "cantar" a melodia ; mas também tem capacidades como instrumento acompanhador.

    A guitarra steel-string é mais versátil pois, além das possibilidades que tem como acompanhadora, foi pensada para solar (nos dois sentidos do termo); além disso, é um belo instrumento rítmico.

    Por tradição, os baixos, de sopro ou de cordas, são instrumentos de suporte e marcação; mas o baixo eléctrico, surgido em meados do século passado, é outra coisa: afina como um contrabaixo mas é mais ágil, pode solar e, mesmo, fazer acordes.

  • Concerto pela Paz - Coimbra 2017

     

    O belo Concerto pela Paz – Coimbra 2017, organizado pelo Núcleo de Coimbra do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e apoiado pela Câmara Municipal de Coimbra, decorreu na bela e Antiga Igreja do Convento S. Francisco, e contou com sala cheia.

    O concerto contou com as actuações da Cooperativa Bonifrates, do coro "Segue-me à Capela", de João Queirós, de Ferreira Mendes à viola e voz e Fernando Monteiro, guitarra e Luísa Santos, voz, do grupo "Música com paredes de vidro", constituído por Fausto Neves no piano, Manuel Rocha ao violino e Hugo Brito também ao violino.
    O inesquecível concerto finalizou com todos artistas participantes a entoar à capela a conhecida a "Pedra Filosofal" e com a certeza da vontade de todos em repetirem, para o ano, novo Concerto pela Paz.

    As intervenções da noite ficaram a cargo do vice-presidente da Direcção Nacional do CPPC, Batista Alves, que sensibilizou os presentes para a necessidade de fortalecer a luta pela Paz, tendo agradecido ao
    público, artistas, Câmara Municipal de Coimbra e a todos os que tornaram possível este fantástico concerto. Isabel Melo em nome do Núcleo de Coimbra do CPPC, falou sobre o trabalho do núcleo e agradeceu individualmente a todos os artistas.

     
     
     
     
    +20
  • Concerto pela Paz - Conservatório D'Artes de Loures

    Conservatório D'Artes de Loures

    Escola de Música do Concelho de Loures com uma vasta oferta educativa em vários instrumentos e alargando horizontes para outras áreas artísticas como o Teatro e a Dança.

    www.conservatoriodartesdeloures.net

    www.facebook.com/ConservatorioDArtesDeLoures

  • Concerto pela Paz - Duarte



    Pensou ser pop rock mas os fados eram histórias de palavras e melodias, uma arte com gente dentro – com os seus amores, tristezas, angústias, incertezas e devaneios – e este era um universo onde poderia estar consigo próprio.

    Parte, assim, sem preocupações em seguir rituais, para um trabalho de pesquisa de letras e músicas do fado tradicional, um começar do princípio para poder dar continuidade e prolongar esta paixão com qualquer coisa de novo. Nascia, assim, “Fados Meus”, editado em 2004.

    Um empenho e uma entrega que levaram ao seu reconhecimento enquanto fadista, poeta, compositor, “cantautor” – através do prémio de Fadista Revelação; do convite de Maria da Fé para ser residente na mítica casa de fados “Senhor Vinho”, onde continua; das solicitações frequentes para concertos, programas de televisão e rádio; do lancamento do segundo disco de originais – “Aquelas Coisas da Gente” - ou ainda dos convites internacionais que já levaram as suas histórias a Espanha, Grécia, Suiça, Holanda, Finlândia, Macau, Itália, Rússia ou Guiné-Bissau.

    De “Évora Doce” a “Mistérios de Lisboa”, tem sido seu o privilégio de trabalhar com nomes como Janita Salomé, Vitorino, José Fonseca e Costa, entre tantos outros sem os quais não seria possível continuar a ser tão autêntico naquilo que faz.

    www.facebook.com/pages/Duarte

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

    Sfuco - Sociedade Filarmónica União e Capricho Olivalense

    Com 130 anos de história é a colectividade mais antiga da Freguesia de Olivais - Lisboa e a sua actividade exerce-se, quase exclusivamente no campo da cultura musical, através da sua Centenária Banda e Escola de Música de onde saem na sua esmagadora maioria, os seus executantes.

    Foi agraciada em 7 de Junho de 1930 com o Oficialato da Ordem de Benemerência e tem sido distinguida ao longo da sua existência com outras condecorações, por outras entidades, pelo trabalho desenvolvido em prol da cultura. É Sócia Honorária da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto da qual é a federada Nº. 16, sendo distinguida por esta Federação com as Medalhas de Ouro de Instrução e Arte; de Prata de Bem-Fazer e Comemorativa de 75 de actividade; e Cobre de Reconhecimento, Mérito e de Homenagem.

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

    Grupo de Cantares Tradicionais do Clube TAP Portugal

    O Grupo de Cantares Tradicionais do Clube TAP Portugal faz parte integrante do Grupo de Danças e Cantares do Clube TAP Portugal.

    Criado apenas como Grupo de Folclore em outubro de 1977, tem participado em conjunto ou separado em inúmeros espetáculos dentro e fora do País contribuindo assim para a divulgação da nossa cultura tradicional através das danças e cantares, promovendo também a TAP Portugal e o País.

    Foi este Grupo galardoado com a Medalha e Diploma de Mérito atribuido respectivamente, pela Secretaria de Estado da emigração e das Comunidades Portuguesas.

    O Grupo de Cantares Tradicionais tem um CD editado, estando previsto brevemente a gravação de outro CD assinalando o 40º Aniversário.

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

    LUÍSA ORTIGOSO

    Iniciou a sua actividade no Grupo de Teatro de Amadores da Sociedade Guilherme Cossul.

    Estreia-se como profissional na Companhia de Teatro de Almada - Grupo de Campolide, no espectáculo “A Queda de um Anjo”, adaptação da obra homónima de Camilo Castelo Branco.

    Desenvolve uma intensa carreira que já passou, além do teatro, pela televisão, vídeo, rádio, música e o ensino.

    #concertopelapaz #CPPC #Lisboa

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

    CUADRO FLAMENCO

    Cuadro Flamenco nasceu, com a formação que ainda hoje se mantém, no ano de 2000. Mulheres e o Flamenco é o mote na criação.

    Cuadro Flamenco, tem-se apresentado nas várias localidades do país, quer seja em Teatros, ou Auditórios, quer em espetáculos ao ar livre. De salientar as apresentações nos Casinos da Figueira da Foz, do Estoril, 1ª parte do Espetáculo de Cesária Évora (por ocasião da abertura da Feira de Artes e Cultura de Monsaraz), na FIL, Expo 98, no âmbito do 1º 2º Encontros Nacionais de Dança, em Tomar e Beja, respetivamente, e em Outubro de 2000, apresenta-se na FNAC, naquele que foi o primeiro espetáculo de Dança da Fnac em Portugal.

  • Concerto pela Paz - Lisboa | 2017

    TIM

    Nestes tempos em que a desvalorização da paz e da amizade entre povos é constante torna-se ainda mais necessário ter uma posição forte na defesa de valores que permitiram concretizar muitas coisas boas na educação, na saúde e na tomada de consciência de um mundo global onde só com ajuda e cooperação podemos resolver os problemas de sermos humanos.

    A minha e vossa participação neste Concerto pela Paz é por si só uma tomada de posição!

    #concertopelapaz #CPPC #Lisboa TIM