Outras Notícias

A Assembleia do CMP, reunida em Katmandu, Nepal, expressa o seu apoio ao julgamento dos criminosos da Guerra de Libertação do Bangladeche de 1971. a Assembleia deseja ardentemente ver uma rápida conclusão do julgamento e condenação dos autores de genocídio, assassinatos, fogo posto, violações, pilhagens, conversões religiosas forçadas e outros crimes contra a humanidade, que ocorreram durante a Guerra de Libertação do Bangladeche em 1971. O julgamento dos autores destes crimes decorre neste momento sob o auspício do Tribunal Penal Internacional para o Bangladeche, constituído em consonância com os processos legais e constitucionais.


A Assembleia do CMP condena fortemente as tentativas conspirativas por parte de líderes imperialistas, reacionários do Médio Oriente e de forças terroristas e fundamentalistas do Paquistão, para sabotar a justiça e impedir que esta siga o seu devido curso.
A Assembleia expressa a sua solidariedade para com o povo do Bangladeche, para com o seu esforço de levar a bom termo os julgamentos e punir os criminosos responsáveis pelo assassinato de 3 milhões de seres humanos, e por outros crimes contra o povo do seu país em 1971.

 

A Assembleia do Conselho Mundial da Paz
22 de Julho de 2012, Katmandu, Nepal