Outras Notícias

Após considerar os últimos acontecimentos, a Assembleia do CMP reunida em Katmandu, entre 20 e 22 de Julho 2012, reafirma a sua forte solidariedade para com o povo sírio, que enfrenta o duro ataque imperialista que visa alterar o mapa geoestratégico da região, por forma a garantir a sua hegemonia.

Expressamos o nosso apoio às justas e genuínas exigências do povo Sírio de aumento da democracia e por condições económicas e sociais que sirvam os seus interesses no quadro do respeito pela integridade do seu território e da soberania nacional.

Ao mesmo tempo a Assembleia do CMP condena veementemente a toda ingerência imperialista, e apela a todas as forças anti-imperialistas, progressistas e amantes da paz para que trabalhem no sentido de:

 

- Confrontar e expor a contínua campanha de desinformação dos média, organizado pelos gigantes grupos de comunicação social imperialistas para distorcer e inverter os factos na Síria;

- Aumentar a pressão sobre os governos imperialistas da UE e dos EUA e seus aliados dos regimes reacionários na região para que terminem com o fornecimento de armas e o apoio financeiro aos seus “representantes” o chamado “Exército Sírio Livre” e outros grupos de mercenários que levam a cabo ataques terroristas na Síria

- Levantar e abolir todas as injustas sanções económicas impostas pelos estados imperialistas e pelos regimes reacionários árabes e turco contra o povo sírio

- Aumentar a luta para confrontar as pressões políticas imperialistas exercidas no seio de organizações e instituições internacionais, e apoiar um diálogo nacional para que os sírios possam emergir desta crise e se tornarem senhores do seu futuro.

A Assembleia do Conselho Mundial da Paz
22 de Julho de 2012, Katmandu, Nepal