Outras Notícias

sim a paz nao a nato porto 1 20191212 1611865256

Realizou-se, no Porto, no dia 4 de Dezembro, uma acção de rua contra a Cimeira da Nato em Londres. Foram distribuídos documentos aos transeuntes na rua de Santa Catarina e houve intervenções de Tiago Oliveira, coordenador da USP/CGTP, do jovem Afonso Sabença e de Ilda Figueiredo do CPPC.

Todos salientaram que, à semelhança de cimeiras anteriores, falar-se-á muito em "paz" e "segurança", mas as decisões que serão tomadas apontarão para o aumento das despesas militares, para novos e mais sofisticados armamentos, para o militarismo e a guerra, considerando a NATO a maior ameaça à paz mundial, exigindo a sua dissolução.

 

Enquanto que os gastos com o material bélico aumentam, assistimos à negação de verbas para o desenvolvimento, como é o caso da alimentação, da educação e da saúde.

Com mais guerras teremos mais refugiados e mais pobreza, enquanto os ganhos dos senhores da guerra continuarão a aumentar, pelo que se impõe, como refere a CRP, o desarmamento geral e universal.

Também foram denunciadas as presenças em Portugal do primeiro-ministro de Israel e de Michael Pompeo, Secretário de Estado da Administração dos EUA, grandes responsáveis da guerra, da violência, da agressão aos povos e do neocolonialismo, exigindo que o governo português nas suas relações externas respeite a CRP.

Ouviram-se os clamores de SIM à Paz! Não à NATO! gritados a muitas vozes.