Outras Notícias

O Conselho Português para a Paz e Cooperação congratula-se com a importante vitória de Cuba na Assembleia–Geral da ONU na luta contra o bloqueio económico a Cuba. Foi no passado dia 29 de Outubro que, mais uma vez, com 188 votos a favor, e pela vigésima segunda ocasião consecutiva, a Assembleia-Geral das Nações Unidas solicitou aos Estados Unidos da América que ponha fim ao bloqueio económico, comercial e financeiro contra Cuba.

 

Esta legítima reivindicação de Cuba para que os EUA eliminem o sistema de sanções unilaterais mais abrangente que hoje se aplica contra qualquer país do mundo, teve o apoio quase unânime nesta sessão plenária da Assembleia-Geral da ONU. Com 193 países representados, só dois - EUA e Israel - votaram contra e apenas três se abstiveram na votação contra o bloqueio que os Estados Unidos impuseram a Cuba em 1962, e que persiste há mais de 50 anos.

Como referiram os representantes cubanos, “ os prejuízos económicos causados a Cuba pelo bloqueio ascendem a um bilião 157 mil 327 milhões de dólares e o seu impacto é incalculável em sectores como a saúde, quando se proíbe a venda a Cuba de importantes medicamentos ou tratamentos que só se produzem nos EUA”.

O Conselho Português para a Paz e Cooperação saúda Cuba e o seu povo, vítima desta política imperialista e, mais uma vez, reafirma toda a solidariedade na luta contra este inadmissível bloqueio dos EUA.