Outras Notícias

A sessão pública sobre a situação no Brasil, promovida pelo CPPC ontem, dia 14 de Abril, na Casa do Alentejo em Lisboa, foi um importante fórum de debate e de esclarecimento sobre um decisivo momento que se vive neste país, que contribuiu para desmontar a campanha de desinformação que tem vindo a ser desenvolvida e que igualmente tem eco em alguns meios de comunicação social em Portugal.

Às intervenções da mesa por parte de Alcione Scarpin e Moara Crivelente juntaram-se vários contributos dos participantes, cidadãos portugueses e brasileiros, que tornaram clara a diversidade dos que reconhecem na tentativa de destituição da Presidente Dilma Roussef um autêntico golpe de Estado por parte dos sectores mais conservadores e retrógados da sociedade brasileira, ligados aos grandes interesses financeiros e económicos deste pais, que controlando grandes meios de comunicação social e contando com o apoio de elementos no sistema de justiça, procuram impor o que não conseguiram alcançar pela via eleitoral nas últimas eleições presidenciais.

Tendo sido reconhecida a existência de problemas decorrentes da recente evolução da situação económica e política no Brasil – que são igualmente expressão da crise económica mais geral que se verifica ao nível mundial e da interferência dos Estados Unidos que se verifica não só no Brasil mas também noutros países da América Latina –, durante o debate foi sublinhado por diversos participantes brasileiros a importância e a necessidade da convergência em torno da defesa da democracia, lutando contra o golpe em curso.

No debate foi igualmente expressa a solidariedade ao povo brasileiro e às forças progressistas que defendem os avanços sociais verificados neste país e que lutam pela criação das condições para o seu aprofundamento.