Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

concerto pela paz em viana do castelo 2020 5 20201006 1134960705
 
Decorreu, no passado dia 4 de Outubro, o primeiro Concerto pela Paz após o início da crise pandémica. Foi um belo Concerto pela Paz, em Viana do Castelo, organizado pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), com apoio da Câmara Municipal Viana do Castelo e da Junta da União das Freguesias de Viana do Castelo ( Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela, a quem o CPPC agradece.
Teve a participação generosa e solidária de artistas do Teatro do Noroeste/CDV, do conhecido grupo CONTRAPONTO, da classe de Canto do Colégio do Minho e das jovens bailarinas da OPEN DANCE SCHOOL do Centro Social e Cultural da Meadela.
Pelo CPPC, a presidente da Direção Nacional interveio justificando a importância do Concerto pela Paz num momento tão complexo, onde aos amantes da paz, no ano em que se comemoram os 75 anos da vitória contra o nazismo no final da Segunda Guerra Mundial, se coloca a exigência de expressar a sua indignação face às guerras de agressão e de expressar a muitas vozes a sua solidariedade com os povos vítimas de colonialismo, de atos de ingerência externa, de conflitos armados, de guerras, tendo-se entoado a muitas vozes “ Paz sim! Guerra Não!”.
Em nome do CPPC Ilda Figueiredo agradeceu o contributo importante e solidário de todos os artistas e instituições, incluindo toda a equipa muito profissional do Teatro Municipal Sá de Miranda.
Pela paz, todos não somos demais!